Por mais que a gente faça tudo certo, sejamos gratos e tenhamos tudo o que precisamos para sermos felizes, de vez em quando é inevitável nos sentirmos pra baixo, chateados e desanimados. Se não fosse por esses momentos, não saberíamos o que é felicidade, e não teríamos a chance de conhecer o tamanho da força que possuímos quando precisamos nos reerguer.

Se você está se sentindo assim por algum problema, dificuldade, um erro que cometeu ou até pela TPM, uma coisa é certa: isso vai passar! Às vezes pode ser só questão de tempo, mas se você quiser dar uma força a si mesmo para facilitar esse processo e voltar a se sentir bem, algumas atitudes simples podem ajudar:

1) Coloque os sentimentos para fora – Procure aquela pessoa que sabe te ouvir e ser compreensiva, em quem você confia e com quem sabe que tem liberdade de falar sobre qualquer assunto e desabafe com ela, fale tudo o que está sentindo. Isso ajuda a extrair as coisas ruins que você está conservando dentro de você e dá um grande alívio.

Se não se sente bem em falar com outra pessoa sobre o isso, desabafe com seu animal de estimação, ore sozinho ou escreva. Encontre uma maneira de colocar para fora o que está te fazendo mal e você está conservando no seu interior. Aos poucos, a dor irá se dispersando até sair totalmente de dentro de você.

2) Pense nas coisas pelas quais você é grato – Por mais que você esteja se sentindo triste, desmotivado e esgotado, há sempre o outro lado, onde encontram-se as coisas boas. Nessas horas nossa mente insiste em focar somente no que acontece de negativo e é por isso que você precisará esforçar-se para lembrar de tudo de bom que há na sua vida e se sentir grato por isto.

3) Vá dormir – Às vezes a melhor maneira de se acalmar é praticando o único método garantido de não pensar nos problemas: dormir. Essa pode não ser a solução para o que está te incomodando, mas fará com que você esfrie a cabeça e acorde enxergando mais claramente o que precisa fazer para se sentir melhor. Em alguns casos, o problema é tão menos importante do que você imagina, que uma boa noite de sono é tudo o que você precisa para tudo voltar ao normal.

4) Organize o ambiente – Estar triste já não é bom, e se o lugar onde está não colabora para você se sentir bem, piorou! Arrumar a bagunça e melhorar o ambiente pode ser o primeiro passo para você começar a se animar. Aproveite a organização para se distrair e fazer a atividade de maneira prazerosa, colocando as coisas que você gosta mais visíveis e deixando o ambiente mais bonito e leve, do jeito que quiser.

5) Olhe para o céu – É quase uma terapia. Em qualquer hora do dia, se você olhar para cima, terá algo inexplicavelmente bonito para observar, seja o sol, as nuvens, as estrelas, a lua ou as mudanças que acontecem sutilmente nessa imensidão inesgotável.

Leia Mais: Eu quero é ser feliz do meu jeito

Se puder, deite na grama ou na areia para observar o céu e estar em contato com a natureza. Se não, vá para o quintal, a sacada ou apenas abra a janela e admire, preste atenção nos detalhes e fique em silêncio durante o tempo que for preciso para se sentir mais calmo.

6) Chore se der vontade – Ao contrário do que se pode pensar, chorar não faz mal. Quando sentir que está à beira de um ataque de choro, a melhor coisa que tem a fazer é deixar que as lágrimas saiam até que parem de uma vez. O que faz mal, na verdade, é segurar o choro e ficar sentindo aquela sensação de nó na garganta por segurar dentro de você uma tristeza que está pedindo para sair.

7) Coloque os pés na água – Uma das maneiras mais fáceis de relaxar, você só precisa de água quente e uma bacia grande. Se quiser, pode pegar creme hidratante e fazer uma automassagem. Com certeza se sentirá melhor depois de fazer isso.

8) Faça uma sessão nostalgia – Pegue os álbuns de fotos antigas (de papel ou os que estão salvos no computador) e comece a olhar. Se tiver vídeos de bons momentos guardados, vale a pena se distrair assistindo também. Divirta-se recordando os bons momentos e perceba como a vida é melhor quando estamos felizes.

Leia Mais: Autoestima… enfim aquilo que lhe faz feliz!

9) Ouça música e cante junto bem alto – Não vou citar aquela frase super clichê que começa com “quem canta” e termina com “espanta”, mas não podemos negar que ela é verdadeira. Escolha uma música que você goste muito e saiba a letra de cor, coloque os fones de ouvido no máximo e cante junto bem alto. É impossível não sentir pelo menos um pouquinho de empolgação fazendo isso.

10) Respire fora de casa – Ficar dentro de casa se sentindo mal e olhando para as paredes não ajuda em nada. Saia um pouco, nem que seja para dar uma volta no quarteirão, apenas para respirar outro ar. Pode ser mais divertido ainda se você pegar os patins ou a bicicleta para dar uma volta e puder sentir o prazer do vento batendo no rosto.

11) Questione-se – Quando estamos frágeis é a hora em que nossos sentimentos ficam mais claros para nós mesmos, o que faz com que fique mais fácil analisá-los. Comece a se perguntar: se não é assim que quero me sentir, então como é? O que eu gostaria de ter ânimo para fazer agora? O que está me deixando pra baixo? É a primeira vez que me sinto assim ou isso é frequente? Vale a pena desperdiçar o tempo que estou assim por este motivo que está me deixando pra baixo?

12) Fique longe da geladeira e esconda o cartão de crédito – Descontar a chateação na comida ou nas compras não vai diminuí-la. Pelo contrário, só vai adicionar outro sentimento ruim à sua vida: o arrependimento! Trabalhe seu autocontrole e gaste suas energias em atividades que te farão realmente se sentir bem (como qualquer uma das outras 11 deste post!).

(Autora: Stephanie Gomes)

(Fonte: desassossegada)

*Texto reproduzido com autorização do site.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here