O intuito deste artigo não é tentar excluir certos grupos de pessoas  ou apelar para um certo tipo de público. O intuito desse artigo é proporcionar conforto e uma sensação de alívio para as pessoas que ficam intimidadas, que são rotuladas e julgadas por não se encaixarem ao resto da sociedade.

Algumas pessoas são apenas almas antigas e precisam ser aceitas como tal. Se você é uma das pessoas que muitas vezes é  chamada de louco(a) por acharem estranho o fato de  que você poder sentir a energia das pessoas, ou o vêem como um eremita por você sempre sentir a necessidade de ter um tempo sozinho, ou um ‘esquisito’ por acreditar em coisas alternativas; a melhor coisa que você pode fazer é continuar sendo fiel a si mesmo.

Ser uma alma antiga tentando se adequar a uma sociedade que é  espiritualmente vazia, só vai lhe causar dor e sofrimento. Não deixe que pressões externas te  induzam a trair suas paixões, desejos e estado natural de ser.

1 – A necessidade de reclusão e isolamento

Toda alma velha sabe a extrema importância de tomar o tempo longe da vida, as pessoas, e obrigação e passar o tempo sozinho em isolamento. A vida pode ser esmagadora, por vezes, e as energias de outras pessoas podem ser desgastantes. Gastar tempo sozinho na natureza, ou sentado sozinho em um banco do parque, ou passar o dia todo no seu quarto são coisas que, muitas vezes,  se tornarão necessárias para a sua saúde espiritual.

Algumas pessoas podem achá-lo uum eremita ou dizer que você é um antissocial, mas  só você só sabe o valor de passar um tempo sozinho para sua desintoxicação, reflexão  e cuidado consigo mesmo.

2 – O desejo de crescimento

Mais que  estar feliz e confortável, você quer viver uma vida que estimule o seu crescimento e expansão.Você valoriza o crescimento e experiência tanto que você está disposto a ir em frente, mesmo através da dor, do sofrimento e depressão, a fim de aprender mais sobre si mesmo.

Você assume riscos e quer ir em aventuras que outras pessoas podem achar  insensatas, mas optar sempre pelo seguro é muito chato para você. No final de sua jornada aqui na terra, você gostaria de ter experimentado uma vida cheia de altos e baixos, sofrimento e alegria, e aventuras surpreendentes ao contrário de ter experimentado uma vida pacata e sem desafios.

3 – Ser altamente observadora e intuitiva

Desde tenra idade, você tem sido capaz de obter uma boa leitura sobre as pessoas. Só por  ver alguém interagir por apenas alguns minutos, você já é capaz de identificar as características que a pessoa teria, o estilo de vida que vivem, etc.É quase como se você tivesse um software que te permite olhar ao redor e fazer download das informações sobre outras almas. Isto é porque você já viu o arquétipo dessa pessoa antes em uma vida passada e está familiarizado com o comportamento geral e psicologia desse arquétipo. Você tem interagido com milhares de pessoas em todo o curso de sua história, então não há realmente nenhum arquétipo com o qual você não tenha interagido ainda.

Isso não significa que você é crítico, significa apenas que você está em estado observacional. Você pode encontrar-se em festas ou reuniões sociais, olhar ao redor de vez em quando e verificar as coisas. Observando como  as pessoas interagem, observando as trocas de energia que estão ocorrendo durante a conversa. Você pode até se sentir mais confortável como um observador distante do que como participante. Isso é natural para você.

Ter a capacidade de obter uma boa leitura sobre as pessoas também lhe confere uma boa detecção de mentiras. Quando alguém está mentindo para você, você sabe disso. Você percebe a dissociação em seus olhos, a mudança em seu campo de energia, a mudança na maneira de pronunciar as palavras. Você já passou por este lugar muitas vezes antes, então você não é socialmente ingênuo, mesmo que você não tenha  muita interação social nestavida.Você sempre foi difícil de manipular porque você pode ver as verdadeiras intenções e desejos de outras pessoas.Você é apenas bom em sentir as pessoas intuitivamente.

Algumas pessoas podem achar que você tem um parafuso a menos,  mas isso vêm naturalmente para você pelos  próprios pensamentos e energias de outras pessoas.

4 – A rejeição por qualquer coisa “mainstream”

A Música atual, para você, é sem coração, sem paixão. A grande mídia está poluída, tendenciosa, e enganosa.O estilo de vida corrente principal é seco, chato e decepcionante. Por sentir assim, você costuma adotar formas “alternativas” de pensar e de viver que pode ser visto com curiosidade e estranheza por outras pessoas.

Pessoalmente, eu ouço muito metal atmosférico e post-rock porque ele me oferece o que eu desejo receber da música espiritual e existencialmente. Eu não suporto o rádio. Lembro-me de algumas pessoas perguntando a música que eu gostava e quando eu respondia eles rebatiam:  “isso não é  música”. Eu tenho certeza que eu não estou sozinho em me sentir excluído por admitir e assumir  minhas  crenças alternativas, gostos e preferências.

5 – A apreciação da viagem

Você aprendeu a confiar e apreciar a viagem. Você não está tentando ser “profundo“, você simplesmente não pode deixar de ser arrebatado(a), por vezes, com sentimentos intensos de gratidão e humildade.

Você compreende que a vida é impermanente e não toma nada como garantido. Outros ao seu redor não entendem por que você gosta de passar tanto tempo em contato com a natureza, por que você medita com tanta frequência, ou porque você olha para as estrelas o tempo todo, mas isso é porque eles estão demasiado distraídos com assuntos mundanos para enxergarem a imensidão.

Se você se identifica com qualquer uma ou todas estas 5 coisas acima, então você pode ter certeza que você está bem além dos seus anos, ou você tem vivido uma vida ou duas neste planeta no passado. A grande maioria da população humana não compreende estas 5 coisas, e realmente tem prazer em ridicularizar aqueles que não parecem se encaixar.

Amber Bauerle.jpg ou você tem vivido uma vida ou duas neste planeta no passado. A grande maioria da população não compreende estas 5 coisas, e realmente tem prazer em ridicularizar aqueles que não parecem se encaixar.

Você não está sendo louco, esquisito, ou ”de um parafuso a menos”. Sua alma está apenas conectada a uma maneira diferente. Não deixe ninguém lhe dizer que você precisa mudar para se adequar às expectativas do mundo ao seu redor. O mundo não precisa de mais cópias de carbono. Ele precisa de mais indivíduos seguindo todas as coisas que fazem suas almas voltarem à vida!

(Fonte: .raizesjornalismocultural.com)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



24 COMENTÁRIOS

  1. Nossa me sinto um peixe fora d’água e agora me compreendo melhor. Me identifiquei com as 5 características. Sinto que as pessoas não me compreendem. No meu grupo me chamam de ” extra terrestre”.

  2. É sou assim… e na adolescência me incomodava um pouco ao ser tratada como a “estranha”, mas hoje em dia não importo mais com olhares superficiais das “cópias de carbono”, sou bastante flexível e busco aceitá-los sem distinção como são: “consumistas e supostamente felizes”, mas não permito invasão!

  3. Bacana a materia, pude me entender melhor, apenas uma caracteristica teve uma variacao, um acrescento meu na vdd, mas o restante combinou,meu solitarismo, meu antisocialismo agora tem mais informacao para eu saber me entender, o pq de gostar doq gosto, ser quem sou, so falta minha casa no longe de tudo e de todos pra poder me aproveitar melhor, tendo mais contato com a natureza, e com td dela, olhar o universo, estrelas, ver e cuidar de animais, plantas sejam domesticos ou n, ter uma vida simples mas com vida di verdade, n essa onda do mundo q so nos destroe aos poucos

  4. Sou assim… Já me senti um peixe fora D’água, mas hoje em dia me aceito e gosto de ser diferente! Pra quem se identificou com o artigo, participo de um grupo no Face chamado PAS- Pessoas Altamente Sensíveis onde trocamos idéias, dicas e compartilhamos nosso dia-a-dia.

  5. Eu não sou assim. A vida para mim é leve, é aceitar os outros e cada vez mais vê-los exatamente como eles são. Convivo com meu marido que é xerox do que o artigo trata. São pessoas com mt sensibilidade como já foi dito e que sofre mt

    • Clarisa, é legal que vc se interesse pelo texto e possa entender seu marido melhor. A maioria das pessoas que não são PAS não têm sequer interesse, já nos julgam e nos ridicularizam. Isso demonstra sabedoria da sua parte. 🙂

    • Nos tambem aceitamos as pessoas como elas sao, apenas nao aceitamos pessoas invasivas ou mau intencionadas. Aceitar as pessoas eh uma coisa, trocar nossos valores para se adaptar aos outros eh outra. Quanto ao seu marido sofrer muito por ser como eh, saiba que todo mundo sofre nesse mundo, apenas sofre de maneiras diferentes, e tambem demonstra de formas diferentes. Nos seriamos mais infelizes ainda fingindo ser o que nao somos. Nao somos felizes ao completo, mas ao mesmo tempo somos gratos por conseguir ver o mundo de um angulo diferente, e isso tambem nos traz momentos tao grandes de felicidade, Que eu nao posso descrever aqui.

  6. Achei fabuloso, me identifiquei profundamente com essas 5 descrições, ao ler, senti como se fosse alguém detalhando coisas da minha vida, tudo corresponde perfeitamente com minha pessoa!
    E sou muito sensitivo, sinto a energia das pessoas, as vezes enxergo áureas, eu não sei quem foi que escreveu isso, mas tenho que te agradecer, tudo que eu li hoje aqui nessa página descreve bastante minha vida atualmente.
    Gratidão _/\_

  7. Me vi nos 5 itens… Perfeitamente. A única coisa que penso, hoje, é evoluir esse jeito de ser. O difícil é nos aceitarmos. Já pensei muitas vezes: por que sou assim? Desejamos ser diferente. Mas temos que aceitar quem somos, e como todo ser, buscar evoluir dentro de nossa própria personalidade e percepção da vida.

  8. Também me identifiquei com os 5 itens; sou PAS e introvertida e só descobri isso faz uns dois anos; tem revolucionado minha vida. Estou lendo o livro da Elaine Aron, e pretendo fazer terapia em breve; a diferença que faz a autoconsciência! Ah, adoro post rock, viajo em Sigur Ros até na academia, rsrs. Ouço jazz, rock clássico e música erudita; nós, PAS, temos gostos mais refinados, não tem como evitar. 🙂 Obrigada pelo post!

  9. Me senti em casa lendo esse texto, em seus 5 tópicos me enquadro em todos eles. No mundo em que vivo vejo a mentira reinar pessoas serem apenas uma mascara que escondem sofrimentos mil… Me sinto um peixe fora d’água em meio a essa sociedade, mas tenho a certeza que muitas vidas já vivi, graças a Deus venho de uma família espírita kardecista e tenho algum conhecimento umbandista para acreditar e crer que como nada é por acaso existimos por varias vidas uns são espíritos muito jovens já outros como eu somos espíritos muito velhos e talvez muito cansados aprendendo nesse meio a vivermos as metáforas e metamorfoses dessa nossa existência. Como não podemos fugir do mundo em que vivemos e temos a obrigação de estarmos aqui, foi bom saber que mais uma vez Deus foi tão perfeito que não nos colocou sozinhos no mundo, mesmo que por varias vezes tenhamos a vontade de ficarmos sozinhos em profunda reflexão sobre esse mundo tão vazio e atual que vivemos. Isso é mais um estagio a se passar em um amadurecimento e aprendizado profundo sobre o mundo e as pessoas ao nosso redor, rumo ao autoconhecimento interior.

  10. Eu sou exatamente assim……isso me faz sentir mal as vezes….tento conviver em harmonia. …sou sempre alegre e tento entender as pessoas como sao….mas confesso que as vezes me pergunto pra que afinal estou aqui…..acho tudo tao futil….tao sem sentido. …..qdo tento conversar sobre coisas mais profundas nao encontro uma so pessoa qualificada para seguir adiante…nao me vejo melhor que ninguem….mas acabo me recolhendo cada vez mais em mim mesmo……sou casada e tenho duas filhas pra quem tento passar um pouco do que acredito…..mas as vezes me sinto completamente sozinha….com muita saudade de casa…..se é que me entendem…..

  11. Magnífico. Simples assim. Jamais imaginei que sobrassem, ainda, tantas pessoas que possuem uma essencial compreensão de empatia. E, em pouco tempo, apenas em posts recentes desta página, deparei com uma sabedoria maior do que qualquer precedente nesse assunto, das centenas de almas com quem ja dialoguei. Que um dia toda a sociedade possa ser capaz de deter a essência da empatia. Parabéns por essa iniciativa, fãs da psicanálise.

DEIXE UMA RESPOSTA