Há 15 anos, lançavam “O Fabuloso destino de AmeliePoulain” de Guillaume Laurant e direção de Jean-Pierre Jeunet. Além de diálogos sensíveis e profundos, que tocam a alma do expectador, o filme apresenta uma fotografia belíssima e uma trilha sonora encantadora, feita especialmente para o filme por YannTIersen.

Trata-se da história de Amelie, uma menina que cresce isolada das outras crianças. Depois de adulta, começa a trabalhar como garçonete em um restaurante parisiense em Montmartre. Certo dia, encontra uma caixinha de brinquedos antigos pertencentes ao ex-morador de seu apartamento e decide procurá-lo para devolvê-la, anonimamente. Ao presenciar a emoção que sente o homem ao reaver seus objetos de infância, Amelie remodela sua visão de mundo, passando a realizar pequenos gestos a fim de ajudar e tornar mais felizes as pessoas ao seu redor: eis que ganha um novo sentido para sua existência!

A obra apresenta uma narrativa única, onde os personagens são apresentados de acordo com as coisas que eles mais e menos gostam em suas vidas. Se você ainda não viu, assista logo e renda-se a essas 7 liçõessimples, mas profundas…

  1. “Talvez ela faça de tudo para arrumar a vida dos outros. E ela? E as suas desordens? Quem vai por em ordem?”

Muitas vezes, costumamos nos desdobrar para estar presente e dar conta de problemas de amigos, familiares e quando percebemos, não estamos cuidando de nós mesmos… Eis que aparece a frustração. Cuidamos tanto do outro que acabamos abandonando a própria vida! Antes de nos doarmos, precisamos, em primeiro lugar, estamosr bem, por inteiro. Ninguém, a não ser você mesmo, tem o poder de colocar sua vida em ordem!

  1. “Só faltava, era a única coisa que ela ainda não tinha pego: amor.Ninguém está imune!”

Como bem dito nesse trecho, ninguém está imune ao amor. Apaixonar-se! Uma das melhores sensações de se estar vivo, mas que causa tanto medo… Algumas pessoas fogem, nessas situações. Talvez porque já se machucaram uma vez e têm medo de cair de novo. Mas será que é mesmo possível, fechar-se para sempre?

  1. Os teus ossos não são feitos de vidro. Pode suportar alguns baques da vida”.

Não, ninguém nunca morreu de decepção. Por isso, levanta-se e tente novamente… Até conseguir alcançar o que deseja!

  1. Se deixares escapar essa oportunidade, eventualmente o teu coração vai ficar tão seco e quebradiço como o meu esqueleto”.

Arrisque-se! Pior do que errar, é não dar outra chance para que a vida te surpreenda. Simplesmente VIVA!

  1. “Ela prefere imaginar uma relação com alguém ausente do que criar laços com aqueles que estão presentes.”

Hoje em dia, essa máxima é mais verdadeira do que nunca. Com as relações por internet, estamos cada vez mais distantes de um afeto real, de carne, osso e coração… Nada melhor do que um abraço, o cheiro, de quem a gente ama! Então que tal deixar de lado as redes sociais por umas horas e visitar algum amigo que há tempos não encontramos mais?

  1. “Quando chega a hora, precisa saltar sem hesitar.”

Mais uma vez. E, de novo: Arrisque-se! Antes que seja tarde demais.

  1. “Tão sensível ao charme das coisas simples da vida!”

E pra finalizar, a frase que talvez mais represente esse filme. As coisas simples da vida! Ver o sol nascer, ouvir as ondas do mar quebrando na areia, um riso de criança, um abraço com saudades… comer jabuticaba no pé! Cheiro de chuva. São tantas as coisas simples e belas… e acabamos cegos, no dia-a-dia, à tanta beleza.

Borá abrir os olhos, o sorriso e o coração… e ser feliz!

Compartilhar
Raíssa Tebet
Psicóloga clínica, especialista em Neuropsicologia e Psicologia Hospitalar, com ênfase em acompanhamento Pré e Perinatal. Realiza atendimento psicológico individual, grupal e avaliação/reabilitação neuropsicológica. É colunista do site Fãs da Psicanálise.



9 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA