Vivemos em uma sociedade onde é cada vez mais difícil traçar linhas entre o bem e o mal.

As pessoas tendem a usar uma personalidade diferente para mostrar que são fortes e resistentes. Este tipo de aparência intimidadora pode ser assustador para certas pessoas que vivem ao seu redor.

Por outro lado, ser bondoso é realmente uma qualidade atraente que traz as pessoas para perto de você, mas que pode ser perigosa também, pois pessoas interesseiras irão rodeá-lo.

As pessoas podem dizer que você é mau, mesmo você sabendo que não. A seguir alguns sinais que você pode identificar-se.

1- Você não sorri muito

Embora isso possa parecer frio ou pouco atraente, não é quem você é. Você simplesmente não fica procurando aceitação, ou está tentando saber com quem você está lidando antes de abrir com uma perspectiva alegre.

Sim, outros podem considerar isso um pouco estranho, mas você entende que sua aparência lhe ajudou no passado para fazer um melhor julgamento daqueles ao seu redor.

Leia mais: A verdade por trás de uma pessoa fria

2- Você não pede ajuda aos outros

Você não quer ser um fardo e fazer os outros perderem tempo, então você calmamente alcança a independência e vive em um casulo, passando uma imagem, de introversão aos outros.

Não é que você não precise de ajuda de outras pessoas, é só que você é mais meticuloso em suas relações com os outros.

3- Você não faz promessas ou compromissos

Você não está acostumado a fazer promessas e oferecer falsas garantias. Isto pode parecer que você não se importa com o que a outra pessoa está propondo, mas você prefere agir em vez de fazer promessas. Esta ação pode ser muito seletiva.

4- Você espera o melhor, mas você sabe que a vida é injusta

Não há nada de interessante ou fascinante sobre alguns compromissos que temos que fazer, ou as perdas que temos que suportar. Você olha para a vida de um ângulo muito realista, vendo como realmente é.

Isso não significa que você não espera o melhor, ou não estão dispostos a contribuir com o mundo ao seu redor. Você apenas sabe como as coisas são.

Leia mais: 4 atitudes para ser mais feliz!

5- Você segue o que acredita ao invés de tentar agradar os outros

Você faz coisas espontaneamente. Você não é convencional. Em vez disso, gosta de aplicar seus princípios em seu próprio caminho, e traçar um curso que é agradável para você.

Às vezes, tais ações não vão deixar os outros felizes, mas é apenas sua maneira de fazer as coisas.

6- Você tem poucos amigos, mas são de verdade

Você não costuma conversar muito com outras pessoas, você só se interessa em relacionamentos de qualidade.

Não é que você não se importe, é só que, você simplesmente respeita a vida privada das pessoas e não quer se envolver em suas vidas.

Leia mais: Aos 30, a qualidade das amizades conta mais que a quantidade

7- Você prefere dizer a verdade e magoar os outros, do que contar uma mentira para protegê-los

A verdade pode machucar, mas você é autêntico em suas relações.

Você prefere jogar pelas regras, para garantir que outras pessoas sigam o que se aplica, do que mentir para protegê-los.

8- Você perdoa, mas não esquece

As pessoas pensam que depois que um erro foi cometido ou depois de terem sido injustas com você, eles podem simplesmente continuar repetindo o mesmo processo e ganhar sua simpatia.

Enquanto você perdoa e deixa os erros no passado, você usa esse conhecimento para o futuro julgamento de tais pessoas.

Você pode perdoar, mas você sempre se lembra da dor e por que você deve ser mais cauteloso no futuro.

(Autor: William Candaten)
(Fonte: equilibrioemvida.com)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



8 COMENTÁRIOS

  1. Não sorrir muito… afinal se você é simpática (gentil) algumas pessoas vão te julgar como uma pessoa falsa, até mesmo se vc se abre para começar novas amizades. Ah! O quê? Está forçando a barra, sendo assim pode ser uma amizade fajuta. Ou seja, o julgamento sempre vem se é muito legal, as pessoas fazem questão de levantar suspeita sobre isso, se é mais durão (ona) tá aí o que elas querem… te julgar como alguém ruim.

  2. Se vc é uma pessoa legal, que sorri algumas pessoas vão levantar suspeita sobre isso tipo: “Aposto que é uma falsa!” Se você é uma pessoa mais durona tá aí o que elas queriam para te julgar como sendo uma pessoa ruim.

  3. NUNCA, mas NUNCA mesmo, nenhuma matéria me descreveu tão perfeitamente… com tantos detalhes

    essa matéria é meu espelho… P-E-R-F-E-I-T-A !!!!

    Essa sou eu…

  4. Estranhamente nos últimos tempos, ser reservado, educado e realista faz com que as pessoas achem isso ser mau e o contrário é ser bom! Desculpe, mas, incomodar excessivamente as pessoas pedindo ajuda, ficar sorrindo o tempo todo, ser invasivo, ter muitos amigos sem qualidade, ser super legal e conversar com todos e ser super popular, em minha opinião esse comportamento é um tanto que anormal, seria de certa forma como se estivesse em campanha politica para angariar votos. Desculpe aos bonzinhos de plantão!

    • Exatamente isso que eu estava pensando.
      Peço desculpas ao criador do post, mas eu acredito que essa lista não é 100% verdadeira. Quer dizer, eu não acredito que não ser tudo isso que foi apontado no post te faz uma pessoa “boa”, pelo contrário; na minha concepção, isso traria-me a imagem de uma pessoa falsa.

      Eu prefiro ser alguém reservado e introvertido, mas que transmita confiança, do que ser uma pessoa popular que não sabe “guardar segredos”.

DEIXE UMA RESPOSTA