Cada dia tenho mais certeza que os problemas com a autoestima é um mal da sociedade moderna, porém, não é porque você sofre com isso que você terá que ficar choramingando pelos cantos, pensando que a vida de todo mundo é boa menos a sua, e pior do que isso: que você não é merecedor de muita coisa que caso você tivesse um pouco mais de autoestima você saberia que merece isso e muito mais. Enfim, estar com a autoestima em dia é um fator básico para a sua felicidade e justamente por isso bolei algumas dicas simples para colocar em prática no seu dia a dia:

1. Tenha um hobby: fazer algo que você gosta e ter o seu tempo de lazer é fundamental não só para você ficar mais leve e feliz, como também para conseguir o seu objetivo. A sua cabeça também precisa de descanso e de coisas lúdicas, até porque a ciência já diz que um hobby melhora de forma considerável o nosso rendimento em outras áreas. Porém, não seja malandro: o tempo do lazer não pode durar o dia inteiro, mas sim o suficiente para te aliviar. Se o hobby for algo que envolve atividade física melhor ainda, porque nisso fora você ficar com o corpinho em dia, combate o estresse, a ansiedade e a depressão. Tudo de bom, né?!

2. Se sinta bonito, porém, não exagere na dose: perfeito você não é, e bem como todos nós, nunca será. Não seja um maníaco por aparência pensando que por mais que você se embeleze ao máximo você nunca estará bem, apenas faça o seu possível para se sentir cada vez melhor. Não exagerar nas guloseimas, manter o cabelo sempre pintado e penteado ou deixar a barba feita no caso dos homens já é um primeiro passo para não ficar no desleixo e ir cuidando cada vez mais de outras coisas na sua aparência. Se o desleixo acostuma, ficar bonito também acostuma: é tudo uma questão de hábito, pode acreditar!

3. Aprenda com os erros: Tem gente que erra, se vitimiza e começa a se achar a pessoa mais idiota do universo: não é porque você errou uma vez que você não acertará das próximas. Muito pelo contrário, saber lidar com os erros é uma questão de sabedoria, visto que ficará de lição para não repeti-los mais. Veja os seus erros como em um jogo de videogame: agora que você já sabe que quando você come um cogumelo específico você morre, da próxima você não comerá mais, certo? Duvido que alguém não sabe de qual joguinho de videogame estou falando kkkk).

4. Imponha os seus limites: Aqui não é uma questão de ser arrogante, mas sim de respeitar a si mesmo. Aprenda a dizer não e aprenda também a não fazer o que não te agrada ou te machuca: deixar que as pessoas façam o que bem entender com você não te fará parecer mais legal e ainda por cima funcionará como um atropelo na sua autoestima. Você não pode e nem deve ser mal educado com as pessoas, mas você precisa impor limites a elas.

5. Cultive amizades: Tenha pessoas com quem você possa se abrir, desabafar e até mesmo pedir conselhos (mas não se esqueça da sua amiga virtual aqui também, heim?!) sempre por perto. Bons amigos são como uma família que estará contigo para o que der e vier.

6. Valorize as suas qualidades: Todo mundo tem defeitos, mas também temos muitas qualidades. Não seja tão duro consigo mesmo e não repare apenas na sua barriga saliente ou no seu mal humor: repare também na sua criatividade e na sua linda boca (essa parte ficou pura sensualidade, eu sei!). Não se critique por ser tímido, mas lembre-se do seu talento nas artes, e por aí vai. Parece bobo, mas mudar o ângulo que você olha as coisas é capaz de fazer milagres, pode acreditar!

7. Sonhe: Com o passar dos anos e com a chegada da idade tendemos a ficar cada vez mais pessimistas com a vida, dando à nossa cabeça muito mais tempo para pensar em coisas ruins do que para sonhar. Sonhe que você conseguiu comprar a sua casa nova, sonhe que você está mais bonito, sonhe com uma plateia te recebendo e te aplaudindo por algum grande feito, enfim, sonhe com o que você quiser, porque sonhar é de graça e sem limites. Sem contar que o sonho é o primeiro motivador para você colocá-lo em prática.

8. Por fim, tenha planos para o futuro e mãos à obra: Sonhar é bom, mas trabalhar também é. Tudo bem que o caminho nem sempre é tranquilo e que as vezes é um saco ter que acordar cedo ou ter que terminar um trabalho que não te deixa assistir o seu programa preferido. No entanto, temos que admitir que tem poucas sensações melhores do que ver um resultado positivo do nosso trabalho. Começar e terminar algo é essencial para você saber que é capaz de ir para o próximo desafio. Isso funciona igual musculação: no começo dá preguiça, mas depois que você começa a ver os resultados você pensa em colocar mais pesos e melhorar ainda mais a sua performance. Você só precisa sair do ciclo vicioso do ócio: nunca dê ouvidos para a preguiça, ela só funciona como um capetinha que está doido para ver você não alcançar o seu objetivo final.

(Autor: Luiza Costa)

(Fonte: pergunteaumamulher.com.br)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA