STRESS, ANSIEDADE e DEPRESSÃO são os três grandes males psicológicos deste século. Mas o que é isso exatamente e como posso me proteger ou livrar desses males?

O stress é uma reação física e mental frente a qualquer situação que nos tire de nosso equilíbrio natural. Sendo assim, qualquer mudança que nos desestabilize e nos tire daquela zona de conforto gera stress em nosso organismo, como: crise no relacionamento amoroso, problemas familiares, financeiros, pressão no trabalho, desentendimento com os colegas, traumas, morte de uma pessoa querida etc. E quais são os efeitos do stress em nós?

Na dimensão física, o stress gera alterações no apetite, dificuldade de dormir, cansaço, dores-de-cabeça, problemas gastro-intestinais, dificuldade de se concentrar, raciocinar e maior vulnerabilidade a doenças, como gripes, resfriados, doenças da pele etc. Na dimensão emocional, ficamos mais irritados, impacientes, nervosos, tensos, preocupados, instáveis.

Ansiedade é sinal de stress? Muitas vezes sim. O que caracteriza a ansiedade é uma preocupação constante, medo e receio de que algo ruim possa acontecer. Manifesta-se com aquela sensação do coração disparando, as mãos suando frio, um nó na garganta, friozinho na barriga, aumento da pressão arterial etc.

E a depressão? A depressão caracteriza-se pelos sentimentos de tristeza, melancolia, angústia, vazio, desamparo, impotência, desesperança, perda da motivação, do ânimo para fazer até mesmo as coisas que mais gosta e às vezes até perda da vontade de viver. Agora a pergunta que não quer calar: É possível me livrar desses males?

Sim, é perfeitamente possível pois existe tratamento para isso: chama-se psicoterapia. Mas o que é isso exatamente? A psicoterapia é o tipo de tratamento realizado por um psicólogo clínico. Consiste em sessões, geralmente semanais, onde a pessoa pode falar livremente sobre seus problemas e assim, colocar suas angústias para fora, refletir melhor sobre a situação, enxergando-a com mais clareza e organizando melhor suas idéias, planejar melhor suas ações e descobrir maneiras mais eficientes para lidar com os problemas, com as pessoas e com suas próprias emoções. A duração do tratamento varia: há abordagens que trabalham a médio e longo prazo e há modalidades que trabalham a curto prazo, como a psicoterapia breve. Medicação pode ser útil, nos casos em que houver necessidade e pode ser receitada por um psiquiatra. Em outros casos, somente a psicoterapia já é suficiente. Se você acha que pode estar vivenciando stress, ansiedade ou depressão, procure um psicólogo especializado. Você não precisa continuar sofrendo se há maneiras de reduzir ou eliminar a sua dor.

(Autor: Helder Kamei)

(Fonte: www.flowpsicologiapositiva.com)

Compartilhar
Claudia Pinheiro
Psicóloga há 25 anos, especialista em Psicologia Hospitalar com aperfeiçoamento em Transtornos Alimentares e Obesidade, e pós graduada em Cuidados Paliativos. É colaboradora exclusiva do site Fãs da Psicanálise.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA