Fui a um casamento de um jovem e feliz casal de espírito livre e pronto para o próximo passo em sua jornada. Eles se deram as mãos e olharam nos olhos um do outro durante a cerimônia, e eu vi a noiva sussurrando “Eu te amo” para o noivo.

O oficiante do casamento, um homem mais velho, começou a aconselhar o casal. Recostei-me em minha cadeira, preparando-me para as frases “amá-la todos os dias” e “ser melhores amigos um do outro” que ouvimos o tempo todo.

Mas o que ele disse, em seguida, fez com que eu me endireitasse na cadeira:

“Em alguns dias, vocês irão acordar e não vão gostar um do outro”.

Espere, isso está acontecendo? Ele está sendo tão hostil no casamento de alguém?

“Em outros, um de vocês acreditará que está certo, enquanto o outro acreditará que está certo também. E cada um irá para um canto da casa e pensará: ‘Bem, sei que estou certo! E não vou dar o braço a torcer, pois é ele que precisa fazer isso!'”.

A sala inteira estava ouvindo esse homem bem-humorado falar diretamente ao casal. Então, ele contou aos noivos qual era a chave para superar esses momentos.

“Há quatro palavras que irão resolver este problema, todas as vezes.” Em seguida o homem virou-se para o noivo.

“Quando sentir, durante uma discussão, que você está certo e ela está errada, você deve respirar fundo, ir até ela e dizer: “Provavelmente você está certa!”.

Depois, o homem virou-se para a noiva e disse: “E quando você achar que ele tenha feito algo errado e estragou o seu dia, você deve ir até ele e dizer: “Provavelmente você está certo!”.

  • “Provavelmente você esteja certo(a)!”

    Isso não vai de encontro a tudo o que aprendemos? Deveríamos nos comprometer, reconhecer o certo e o errado, defender a nós mesmos no casamento. Por que temos que apenas dizer algo assim, quando não acreditamos nisso?

    Talvez haja algo mais profundo para se aprender aqui – algo sobre o sacrifício e orgulho. Talvez você sempre irá achar que está certo sobre coisas como a compra de um carro novo ou sobre ir para a casa de seu pai no Natal. E talvez seu cônjuge pensará que ele é quem está certo. Mas o primeiro passo para o perdão e a cura é baixar a guarda, esquecer quem está certo e quem está errado, e ver as coisas sob uma nova perspectiva.

    Se estas quatro palavras são ditas com sarcasmo, ou se elas estão apenas sendo usadas para encerrar uma discussão, nada será realmente resolvido.

    O Autor Lynn G. Robbins escreveu que “para a expressão ‘Sinto muito’ ser realmente sincera, ela tem que ser expressa com amor e empatia, e não apenas para se desculpar.”

    Haverá momentos, durante seu casamento, em que você ficará chateado. Você estará errado. Outras vezes, você estará certo. Toda vez que você escolher dizer essas quatro palavras, será porque você determinou que é mais importante estar casado do que estar certo o tempo todo.

    (Traduzido e adaptado por Erika Strassburger do original The four words you should say to end every fight, pelo site: familia.com.br)

 

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



3 COMENTÁRIOS

  1. Fiz essa experiencia, sem nunca ter lido esse artigo. E indico que elas devem ser conhecida pelos dois ou entao nao funciona. Estive em relacionamento onde o outro gostava de embates, e por nao conseguir isso nao se satisfazia com a sincera frase: vdd, vc tem razao!
    É importante sempre olhar pra o caminho que da certo, e por isso digo: é muito importante que ambos conheçam as 4 palavras e o seu real objetivo.
    Agradeço.

DEIXE UMA RESPOSTA