Descubra se os conflitos estão ligados à sintonia na cama

Uma longa noite de amor depois de uma briga: essa situação é muito comum na vida de diversos casais. Se você já passou por isso, saiba que, de acordo com a sexóloga Carmen Janssen, os conflitos não fazem tão bem assim para a sua vida sexual. “Há casais que brigam muito e se dão bem na cama. Mas não é porque brigam, e sim porque simplesmente possuem afinidade sexual”, defende a especialista.

A sexóloga alerta para o fato de brigar demais, mesmo que seja antes de uma tórrida noite de sexo. “Isso não é o ideal para um relacionamento amoroso. Conheço homens e mulheres que dizem perder o tesão depois de uma briga. Vale lembrar que pimenta é bom, mas demais queima”, ressalta. Por outro lado, o sexo pode servir como uma maneira de espantar o estresse causado por uma discussão. “A ansiedade, muitas vezes, também faz a pessoa procurar por sexo como uma maneira de aliviar a tensão depois da briga”, coloca a sexóloga.

O ato de fazer as pazes também pode ser um tempero a mais na hora da transa. “Em meu consultório, atendia uma mulher dizia que o sexo ficava muito melhor depois que ela e o namorado brigavam, pois ele se esforçava para agradá-la ainda mais. Pode ser que a satisfação e o alívio por não terem terminado a relação depois da briga trouxessem a sensação de que o sexo ficava melhor”, deduz a psicanalista.

E já que brigar não é a melhor solução e pode acarretar num desgaste do seu romance, a sexóloga recomenda: “O casal precisa conversar para que possam entender um ao outro e, assim, fazer as mudanças necessárias para conquistar a harmonia no relacionamento. Listar as razões do porquê de tantas brigas e se comprometer a buscar soluções pode ajudar”, finaliza.

Fonte: Redação site Bolsa de Mulher| 20/04/2012

Compartilhar
Carmen Janssen
Psicanalista, Especialista em Sexualidade Humana. É colunista do site Fãs da Psicanálise.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA