Você provavelmente já se sentiu frustrado quando seu parceiro não mostrou nenhuma reação ao ouvir uma novidade incrível contada por você. A decepção que você sente quando isso acontece pode ser explicada pela ciência: um novo estudo sugere que a satisfação em um relacionamento é influenciada por como um casal reage às emoções um do outro.

Pesquisadores do Instituto de Pesquisa Rotman e da Universidade de Toronto, ambos no Canadá, examinaram os cérebros de 14 mulheres de 72 anos (40 ou mais deles só de casadas) enquanto elas assistiam a alguns vídeos. Em cada um destes, seus maridos ou homens que elas não conheciam apareciam demonstrando emoções que não correspondiam com as frases na tela. A intenção, basicamente, avaliar situações nas quais as esposas não entendem os sentimentos dos maridos e verificar se elas sentiam mais empatia pelos homens com quem eram casadas ou por estranhos.

A partir da experiência, os pesquisadores descobriram que a atividade geral do cérebro das participantes ficava mais acentuada (o que ocorre quando há maior processamento nervoso de emoções) quando seus maridos demonstravam positividade, ou seja, emoções mais fáceis de serem compreendidas.

Além disso, as voluntárias também responderam a um questionário sobre sua satisfação conjugal. De acordo com os acadêmicos, as mulheres que tiveram o maior nível de atividade geral no cérebro também mostraram ser mais felizes em seus relacionamentos em suas respostas ao teste.

O estudo chega à conclusão que as mulheres se mostraram muito mais sensíveis em relação a felicidade dos maridos pois a compreensão desta está diretamente relacionada com a satisfação conjugal dos casais.

(Autor: Isabela Moreira)

(Fonte: http://revistagalileu.globo.com)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA