Todos nós temos sonhos. Eu por exemplo tenho o sonho de escrever livros, livros de papel, que você consiga manusear, jogar no banco de trás do carro, colocar no pé da mesa… ahahahha… sonhos! Sobre eles falaremos a partir de agora.

Pense em um sonho, algum objetivo que você tinha mas abandonou ou havia esquecido. Se este sonho estivesse realizado como seria a sua vida hoje?

Consegue perceber a força que uma decisão seguida de uma ação causou na sua vida?

Leia mais: Transformando sonhos em realidade!

Então eu vou lhe contar um segredo, vou até falar mais baixo: o segredo é assumir um compromisso tão forte e firme com o seu sonho que não existam meios de desistir.

Acontece que a maioria de nós cresceu ouvindo algumas crenças, como por exemplo: “você é burro”, “você é feio”, “ninguém vai se apaixonar por você”. Então quando um sonho parece grande ou distante da gente, há uma voz que nos diz: “você não é bom o suficiente”, “você é feio”, “você é burro”.

Assim, quanto maior a força com que nos agarramos a tais crenças, maiores as chances de nos sentirmos infelizes nos momentos em que a realidade não corresponder às nossas expectativas.

Leia mais: As 11 crenças pessoais mais comuns que podem estar nos afundando

Geralmente as revoltas, as mágoas, as culpas e os sentimentos de inferioridade são decorrentes desta forma de pensar. Perceba: nossos pensamentos influenciam os nossos comportamentos e os nossos comportamentos influenciam os nossos sentimentos de duas maneiras:

Primeiro, alguns comportamentos têm um efeito direto na melhoria do nosso humor. Segundo, alguns de nossos comportamentos influenciam indiretamente o modo de nos sentirmos, pela influência que exercem no nosso pensamento.

Lembre-se, somos hoje o que pensamos ontem, seremos amanhã o que pensarmos hoje. Assim, se possível, pense sempre com otimismo, condicione o seu pensar com alegria e compreensão perante as dificuldades da vida.

Ao encontrar algo que precisa ser aprimorado em você mesmo ou nos outros, assuma novos compromissos, novos desafios e estabeleça novos objetivos de evolução pessoal como também de ajudar o outro a ser uma pessoa melhor.

Se você quer saber mais sobre o assunto, deixe nos comentários do vídeo no YouTube suas dúvidas ou temas para nosso próximo encontro.

Luz para o bem.

Compartilhar
Natthalia Paccola
Desde que começou os estudos em Psicanálise e Psicoterapia, a jornalista, bacharel em Direito e mestre em Ciências Naturais pela Unicamp,  Natthalia Paccola levanta uma premissa sobre a sua vida profissional: nunca aceitaria rótulos ou doutrinas acadêmicas. Mas é claro que sofre influências de vários pensadores.Sua grande fonte de inspiração como autoridade em levar Luz para o Bem através de mídias sociais, no entanto,  tem sido os seus próprios seguidores, cerca de 10 milhões que passam semanalmente pela sua Fanpage, Grupos, YouTube, Site, Instragram ou Twitter.




SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA