Em 2010, a lei de incesto causou a maior polêmica na Alemanha quando Patrick Phil, um morador de Karlsruhe, no Sul do país, foi preso por manter relações e ter quatro filhos (dois deficientes) com sua irmã, Susan. De acordo com a Constituição alemã, condenação por incesto entre irmãos é crime e resulta em pena de prisão de até três anos. Mesmo assim, na época o advogado do réu afirmava que a prisão do seu cliente era “uma violação dos direitos fundamentais e uma relíquia histórica”. Patrick, além de ter cumprido quase três anos de prisão, foi obrigado a se separar de Susan e perdeu a guarda de três dos quatros filhos.

Agora, esse quadro parece mudar: no que depender do Conselho de Ética do governo alemão, a lei de incesto vai deixar de existir. A gente explica: em assembleia feita recentemente, o Conselho afirmou que “o direito de irmãos adultos à autodeterminação sexual é mais importante do que a ideia abstrata de proteção à família”, antes de acrescentar que “o direito penal não é o meio adequado para preservar um tabu social, já que as chances das crianças nascerem deficientes são uma grande punição”.

Mesmo assim, o partido CDU, da chanceler Angela Merkel, já deixou claro que não tem intenção de permitir que o incesto seja legalizado, alegando que tal atitude “iria completamente contra a obrigação de fazer de tudo pra que as crianças nasçam saudáveis”.O assunto, como era de se esperar, é o novo tabu na Alemanha. E você, o que pensa a respeito?

(Fonte:revistaglamour.globo.com)

 

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


3 COMENTÁRIOS

  1. O dia em que se considerar, sem o preceito de pecado, o sexo para livre prazer, nada contra essa situação, porque os parentes vão saber da deficiência genética que irá trazer consequências de várias formas nos futuros nascimento. Por prazer, nada a contestar.

  2. Cara! A historia da deficiência genética é um mito. A mesma porcentagem de um casal comum ter filhos com algum tipo de deficiência. É a mesma de casal da mesma família. Isso foi criado pelo fato de uma época muito distante, os casos de casamentos entre parentes eram muito frequentes. Não dava oportunidade para que os filhos escolhessem pessoas de outras família. Dai se criou isso de deficiência genética. Pra me não vejo problema algum, desde que ambos tenha a idade ideal e saibam o que estão fazendo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here