E finalmente eu decidi que não preciso agradar ninguém, n i n g u é m.

Decidi que não preciso de maquiagem para me sentir bonita, que o meu cabelo bagunçado tem seu charme e que, se não estiver a fim de salto alto, tudo bem. Hoje sou saudável, amanhã como tudo o que quiser, vou para a academia ou posso dormir ao invés de malhar, ou estudar, ou fazer seja lá o que eu quiser.

Sem regras entende? Sem cobranças, porque eu não aceito mais nenhuma forma de imposição. Não tento mais impressionar ninguém, simplesmente porque não preciso e não quero.

Essa sou eu, de cara lavada, sorriso no rosto e peito aberto. Se quiser ser meu amigo, meu amor, meu amante, pode vir, pode chegar, pode entrar e ficar à vontade, mas se achar que eu não sou boa, bonita ou interessante o suficiente para estar na sua vida, tá tudo certo, sem ressentimentos, sem drama, só não me faça promessas vazias, ou tente me enganar, porque eu sei mais do que falo, então, não confunda minha calma e gentileza com estupidez.

E algumas pessoas perguntam, mas que tipo de mulher pensa e se comporta assim? Bom, aí eu respondo, não, eu não sou um tipo, não faço tipo, não tenho tempo para isso, porque estou sempre ocupada demais, sendo feliz, do jeito que eu quiser.

Quando digo sim ou não, eu realmente digo de coração, porque já me cansei dessa balela, de ficar jogando, montando estratégias, para poder ser aceita ou amada. A minha sinceridade choca algumas pessoas, mas nunca fui de meias verdades, então, lamento informar que só sei ser assim.

Antes eu era de extremos, oito ou oitenta, hoje eu sou de vontades, de verdades, hoje eu sou de essências, almas e tudo que é real. Muitos me olham, mas não conseguem me ver. Sentem a minha pele, mas não se interessam pela alma que preenche o meu corpo.

‘Eles’ pensam que me conhecem, mas sempre se esquecem de que eu nunca sou, eu sempre estou. Porque evoluir é viver uma constante metamorfose.

Meu guia é meu coração e o destino final sempre será onde eu puder manifestar a minha evolução.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Wandy Luz
Wandy Luz tem 30 anos, mora em Londres há 11 e trabalha para a Fundação Bill Gates, é colunista e apresentadora do Boa Noite UK. É colunista do site Fãs da Psicanálise. "Enquanto vivo, sinto e aprendo, compartilho através de um bale não sincronizado de palavras, todos os segredos do meu coração".


3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here