Neste ano de 2017, uma das palavras que mais foram pronunciadas, foi ‘Gratidão’. Vi em legendas de fotos, status, tatuagens, etc., mas o que é ser grato? Você sabe?

Fiz uma rápida busca na internet, e encontrei que gratidão é o reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, algum tipo de favor. Mas será que estamos realmente aplicando a gratidão propriamente dita em nossas vidas? Será que usamos só em legendas de fotos, status, ou será que praticamos?

“A gratidão muda nossa vida quando reconhecemos o que temos”

Que em 2018 sejamos gratos pela família, pelos nossos amigos, pelo pão de cada dia, pelo teto que nos protege, pela cama que nos espera após um dia de luta. E principalmente, sejamos gratos pela vida.

2017 foi um ano difícil. Infelizmente, fomos marcados também por atrocidades, vimos guerras políticas e ideológicas, ataques, acidentes, perdas, etc. É tempo de renovação. Deixemos que o amor irradie nossos corações, passemos a enxergar a luz no fim do túnel. Que a cada dia, possamos fazer valer a pena. Que o novo ano nos traga força de vontade para realizar nossos projetos mais sonhados. Que saibamos praticar a compaixão e o amor ao próximo. Que saibamos aproveitar cada momento ao lado das pessoas que amamos.

“Que a gratidão sirva para fazer de nós pessoas melhores e que não seja apenas mais uma palavra bonita, mas que se transforme na mais singela atitude

Neste ano, tivemos que presenciar diversas situações desagradáveis. Não só aqui, mas em outros países também. Vimos até onde é capaz de ir a maldade humana. Vimos injustiça, pessoas sendo brutalmente assassinadas, assaltados e espancamentos. Vimos também, a força da natureza. Presenciamos terremotos, pessoas que perderam suas casas devido as grandes chuvas, e quedas de árvores.

Por outro lado, esse ano também exaltou a população, mostrou o poder da união, da fé e o bem que ainda existe na humanidade. O “gigante” acordou, e juntos, lutamos por um país melhor.

Aprendemos que a vida é um sopro, e que estamos aqui de passagem.

Leia Mais: Gratidão é grátis

Aprendemos também, que quando partimos para outra, o que vai é apenas nosso corpo, mas o que fica, são as coisas boas que espalhamos enquanto estivemos aqui. O amor que distribuímos, os abraços e os beijos que demos e recebemos, as ações que fizemos em prol do próximo, a saudade da pessoa que fomos, e as lembranças lindas que deixamos.

“A vida passa rápido demais, e se você não parar de vez em quando para vivê-la, acaba perdendo seu tempo”

Que sejamos amigos do tempo e aproveitemos cada minuto, e segundo possível. Que desliguemos mais nossos celulares, e olhemos mais nos olhos de pessoas que amamos. Que saibamos perdoar aqueles que nos entristeceram. Que deixemos os ressentimentos, pendências e tristezas antigas para trás. Que tenhamos sorriso nos lábios, e amor no coração. Que nunca deixemos de acreditar que a verdadeira felicidade encontra—se nas coisas mais simples.

Que 2018 sejamos luz para aqueles que enxergam escuridão. Que passemos a estender a mão a quem precisa sem esperar nada em troca. Que aprendemos a ser mais pacientes e esperançosos. Que nunca deixemos de acreditar em dias melhores.

E acima de tudo, que sejamos mais humanos para ouvir não apenas nosso coração, mas também passemos a ouvir o coração do outro, que também é um pouco nosso.

“A gratidão é o único tesouro dos humildes”

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Larissa Dias

Estudante de jornalismo, radialista por amor, escritora nas horas vagas. Adora dar boas risadas, costuma passar os domingos de pijama assistindo filmes e séries. Apesar de não curtir baladas, é incapaz de recusar uma rodinha de violão, e para pra cantar junto. Mesmo desafinada, garante que é simplicidade em pessoa. É colunista do site Fãs da Psicanálise.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here