Acho que você não tem noção do tipo de mulher com quem está lidando. Eu não sou aquela, querido, que vai te satisfazer na hora que desejas.

Eu vou te satisfazer na hora em que eu desejar. Me desculpe se pareci ser como das suas outras garotas que você costuma levar para cama a hora que sua carência bater. Se a minha não bater junto, não teremos jogo.

Eu me entreguei sim a você. Porque eu quis. Estava num dia monótono desses sem Netflix em casa. Fiquei com tesão por você. Você me embalou na sua conversa, assim como te fiz cair na minha. Rimos, nos seduzimos e fomos parar na cama. E não sei se você percebeu. Foi na minha cama. Eu quis dar pra você. Usar o teu corpo e tua mente para o meu prazer. Foi bom para nós dois. Mas não queira fazer de mim, um estepe. Não sou desse tipo de garota.

Pare e pense. Segunda opção? Jamais, Monamour. Ou você me tem como prioridade ou cai fora de vez da minha vida. Não estou aqui para preencher um lado vazio existente em teu peito. Não estou aqui para você ligar assim que a tua primeira opção der para trás. Se teu coração foi preenchido, não há espaço para mim, porque sou única, saca? Mas sem ressentimentos, é claro. Me use, mas não me faça de estepe.

Leia Mais: Conselhos de Puta Velha

Estepe só é usado quando o primeiro fura. Literalmente. Então, meu caro. Se não respeita a foda gostosa que a gente dá, não vai rolar.

Eu tenho maturidade suficiente para entender quando se trata de sexo, só sexo. Aliás, gostaria que não confundisse as coisas, por favor, sem essa de romance e drama de casais. Eu quero é trepar mesmo e bem gostoso.

Me chame a hora que tiver vontade. A gente pode tomar um chopp antes. Dançar na balada. Fazer tipo uma sedução pré coito. É gostoso, não é? Mas não me mande mensagem uma da madrugada porque teu rolinho furou. Não sou fita isolante para remendar cano quebrado.

Se quer marcar a gente marca, os dois disponíveis, início da noite, da manhã ou da tarde, quem sabe. Mas não me venha com desculpinhas toscas de que não sabia se eu queria ou estaria disponível. Tu não é homem para levar um não? E se temos um sexo casual qual o problema em eu já estar com outro? Hoje não dá e pronto.

Leia Mais: Sexo com sentimentos

Eu sei muito bem o que você está fazendo. Está fechando a guarda porque sabe que somos bons juntos e você tem medo. Tem medo que a gente confunda as coisas, mais você do que eu, porque você já deve ter percebido o quanto posso ser fria e indiferente.

Acontece que já estou imune, meu querido, a este tipo de “Amor de Pica” e você não está preparado para uma mulher que só quer usar o teu corpo. Você está acostumado com as paixões pelas quais elas sucumbem rapidamente, diferente de mim que só emito suspiros na hora do gozo.

Se você quer jogar comigo saiba que eu já antecipei o teu próximo lance e o resultado final será game over para você. Então se liga numa coisa, amorzinho, eu quero dar muito para você, entende? E sei que você também quer, então pare de complicar as coisas, satisfaça-me como você sabe fazer muito bem, e pare de jogos, medos e indiretas. Possua-me até de manhã, que assim não precisaremos saber como agir quando o dia clarear. Hoje à noite, as 21h, combinado?

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Mia Coutinho
Publicitária por formação, aeromoça por opção e escritora por paixão. Virginiana, perfeccionista, mãe do Henri. Entre fraldas e mamadeiras, entre pousos e decolagens, entre artes e artimanhas, ela escreve. Escreve porque para ela, escrever é como respirar: indispensável à vida! É colunista do site Fãs da Psicanálise.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here