Há algo de repulsivo em Lacan, um exímio burocrata do pensamento, uma vedete do espírito burguês – e sim, tudo isso é opinião pessoal do autor desse post que sempre se incomodou com a figura e o pensamento, digamos, autoritários desse grande pensador.

Lacan, por meio da interpretose, criticava as revoltas sociais. As revoltas de maio de 68 foram chamadas de revoltas contra o pai, agressão edipiana ao pai?!

O vídeo abaixo vem desse contexto, aos 28min. um jovem insurge contra “Lacan” – ou melhor, a interpretose esmagadora de Lacan -, vale a pena ver o que se segue.

(Autor: Adriel Dutra, psicólogo)

Compartilhar
Adriel Dutra
Tem formação em psicologia, mas antes de tudo é formado pelos amores e desamores que vive, pelos livros, pelas músicas, pelos autores, pelos filmes, pelas poesias e pela arte que o fizeram, principalmente, sentir. Tem como hobbie ficar observando detalhes que ninguém costuma ver, encontra-se beleza demais nessas frestas. É colunista do site Fãs da Psicanálise.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA