Olhar para o espelho e ver que tudo em você, até os pequenos defeitos compõem sua beleza. Mergulhar pra dentro de si e enxergar toda a luz e beleza que vibram do seu coração. E se ele estiver conectado com sua mente então.

Ah, que lindeza! Esse é você! Um ser repleto de motivos para se amar.

Muitas vezes, ou quase sempre, nós entramos em nossos pilotos automáticos para dar conta de tudo que a vida nos exige e esquecemo-nos de parar e nos olhar com os olhos da gratidão, da generosidade, do amor.

Se você quer amar outra pessoa e deseja a reciprocidade desse sentimento, é preciso primeiro se conectar com sua alma e descobrir tudo de lindo que há dentro de ti.

Afinal, quando você se reconhece como um ser cheio de potenciais e motivos para se amar, ninguém poderá invadir sua autoestima, caso uma relação não dê certo.

Você sabe do seu valor e não há nada que possa abalar isso. Não há espaço para ser invadido pelo sentimento de impotência e rejeição quando alguém não lhe quer.

Leia mais: O caminho do amor próprio

Sabemos que você queria muito aquela pessoa, mas se não foi assim, viva o seu “luto”, não há mal algum nisso, pois ele é bom até para que você possa limpar o que ainda dói ali, mas não demore tanto, bola pra frente com a certeza que você é sim, bom o suficiente para ser amado e principalmente digno e merecedor de amor.

Então, não aceite menos do que isso!

E existe tanta vida te esperando, você não só merece como deve se abrir para todas as oportunidades de experiência que o universo tem a oferecer, só não adianta tentar construir um prédio sem o alicerce, então cuidar do seu interior para que você perceba suas qualidades e seu merecimento é o primeiro passo que deve ser dado no sentido de buscar essa plenitude.

Não perca mais tempo, comece agora, com a certeza de que o momento que começou é a hora certa, não há o que temer, mas há muito pra viver. Viver no amor a si próprio!




SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA