Sobre o Estômago: simboliza a forma como assimilamos a vida e como digerimos as idéias.

Na Bíblia está escrito: ”Não é o que entra pela boca que contamina o homem, mas o que sai dela”.

As pessoas que reclamam da vida, resmungam o tempo todo, demonstram pessimismo, sempre dão seu ”contra” antes de aceitar uma idéia, reclamam dos vizinhos, dos filhos, do marido, da esposa, acreditam no pior, etc., são as que provocam fortes dores no estômago, como projeção de uma ”indigestão” mental.

Se você tiver dúvidas quanto ao seu comportamento, pergunte aos amigos, ou às pessoas da família, como você é. Eles podem ajudá-lo a ver e a perceber esses seus hábitos. No começo você teimará por dizer que é mentira ou exagero das pessoas, mas depois perceberá que aquilo que está ouvindo reflete exatamente a imagem que os outros têm de você.

O medo de encarar o presente e sem poder desabafar, devido ao seu orgulho, a hipersensibilidade que lhe provoca mágoas, pensamentos destrutivos que nunca são eliminados da sua mente, tudo isso junto faz você achar que o mundo é perverso e sem descanso.


Veja como você se destaca dos demais pelo seu ceticismo e teimosia. Todos estão sempre lhe dizendo: ”Descanse um pouco”. ”Não passe nervoso”. ”Você precisa se distrair um pouco”. E tantos outros conselhos que lhe massageiam o ego.

Saiba que, se você não quer abrir mão de alguns maus hábitos, mesmo que lhe causem problemas sérios, é porque você necessita da atenção de certas pessoas. Pois agindo como vítima, sua ”muleta” será garantida por alguém que você chantageia constantemente. Isso mostra o quanto você deve crescer e buscar o autoconhecimento, para admitir essa verdade e policiar-se.

Pare de agir como criança e sinta que para ser feliz é preciso ser alegre e otimista nas opiniões, nas atitudes, na fisionomia e em todos os setores de sua vida. Quando você conquistar ou resgatar a coragem, a força de vontade, o amor-próprio, a independência emocional e financeira e compreender que, por trás de suas lamentações, se esconde o desejo de ”pedir” algo a alguém, então você mudará completamente sua postura e assumirá seus problemas com sabedoria e em silêncio.

Se você está em conflito com alguém próximo e isso lhe causa profunda mágoa ou raiva, ou se está sempre tentando provar o contrário do que os seus adversários afirmam, saiba que você está nadando contra a correnteza e com certeza perdendo seu precioso tempo. Deixe as coisas fluírem naturalmente. Lógico que você deve lutar pelo seu ideal, mas ouça suas intuições e sinta o momento de parar com a teimosia e talvez mudar a estratégia.

Pare e analise seu comportamento. Deixe de lado o seu costume de analisar o comportamento das outras pessoas. Seja sincero consigo mesmo e reconheça que sua teimosia é do tamanho das suas dores de estômago.

Exatamente por você ser uma pessoa extremamente responsável, criativa, eficiente, cautelosa, perfeccionista e sensível, é que acaba entrando em atrito, às vezes secretamente, com pessoas que não pensam como você.

Aprenda a ser mais tolerante e compreensivo, pois nem sempre a sua verdade é a verdade dos outros. O que você acha que é certo, pode não ser certo para outras pessoas, e o que lhe causa tristeza pode ser considerado por outras pessoas apenas exagero de sua parte. Saiba compreender o mundo alheio e tente, pelo menos, respeitar as opiniões e desejos que são diferentes dos seus.


Existem várias portas onde estão as respostas que desejamos mas, enquanto estivermos apegados às velhas idéias, não enxergaremos a saída por nenhuma delas.

Procure ignorar os detalhes de uma questão complicada, porque você vai acabar se perdendo no meio deles e passar muito nervosismo tentando entender cada um. Os detalhes representam muito pouco na solução de determinadas questões e o que realmente importa no processo de solucionar algo é um comportamento reto, decidido e determinado. Muitos detalhes levam à neurose, se você não souber lidar com eles. Cuidado!

Seja flexível com você mesmo e com as idéias dos outros. Isso o ajudará a encontrar o equilíbrio emocional e a velha modéstia, que tanto engrandece os seres humanos.

Destrua essa postura de vítima, encare o mundo de frente e com desejos de progredir, sem depender de ninguém para nada.

(Autora: Cristina Cairo)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA