Procure e achará.

Com certeza você já deve ter ouvido alguém dizer que é preciso cuidado com o que se pede, pois o universo costuma mandar sob medida.

Pois o tema agora é este: mudança de vida.

Esse é um tema recorrente aqui no site fasdapsicanalise.com.br, por isso se quiser saber muito mais é só dar uma pesquisada.

Agora imagine um triângulo. Em cada vértice desse triângulo uma palavra: Pensar, Falar, Agir.

O primeiro passo é o Pensar: Para começo de assunto ninguém muda de um lugar para outro sem saber onde deseja chegar.

Assim, determine uma meta factível de acontecer. Exemplos: ficar mais tempo com os netos, mudança de trabalho, trocar de casa, ter um filho

Defina uma pequena meta diária: “apenas por hoje não me irritarei”, “apenas por hoje não vou fumar”

O segundo passo é o Falar sobre esse assunto, diga o que está melhorando, demonstre em palavras o que está realmente fazendo dentro da sua pequena meta para chegar ao objetivo.

Leia mais: O universo conspira, é só aprender a escutar

O terceiro passo é o Agir: faça com que a sua meta seja realizada e seu objetivo alcançado. O agir exige trabalho, se há trabalho há evolução.

Como eu costumo dizer para clientes que me procuram cansados com a trabalheira que os filhos dão: se os seus filhos não dessem trabalho, provavelmente você não os estaria educando.

Pois é assim: Pensar, Falar e Agir para que uma Mudança significativa ocorra.

Você deseja um milagre? Seja o milagre!

Luz para o bem.

Leia mais: Acredite: você pode mudar!

Ah, não esqueça de deixar nos comentários os resultados que estiver obtendo com esse nosso ensinamento e também suas dúvidas, sugestões de temas, o que desejar falar, utilize o espaço abaixo do vídeo no YouTube. Até nosso próximo encontro.

Compartilhar
Natthalia Paccola
Psicanalista, Jornalista, bacharel em Direito e mestre em Geociências. Há anos desenvolve um trabalho intenso na Psicoterapia Online através de Skype e Facetime. É responsável por várias mídias sociais que levam o nome do site que idealizou e dirige, o Fãs da Psicanálise.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA