Eu sei que o título assusta, mas é isso mesmo. Na minha opinião, depois da vergonha, o arrependimento é o pior sentimento do mundo.

É uma sensação de querer voltar atrás e resolver tudo, misturada com a impossibilidade da ação, que destrói qualquer psicológico. Arrependimento é uma aprendizagem em forma de tortura.

O ser humano tem a (péssima) mania de valorizar tudo o que costuma perder. Dá valor à saúde depois de ficar doente. Dá valor ao tempo à medida que vai envelhecendo. Dá valor a um amor, depois de o perder. Que seja por insensatez ou apenas incoerência, a verdade é que essa situação, leva-nos a refletir sobre o que temos feito com as prioridades das nossas vidas.

Todos (ou quase todos) nós queremos encontrar um grande amor. Buscamos muito mais que um amor, buscamos um companheiro de vida, um confidente, alguém, realmente, especial. O problema é que depois que encontramos, esquecemos de manter.

Esquecemos que amor não garante relacionamento e que é preciso um esforço mútuo, muitas renúncias e algumas concessões na rotina para que ele dê certo. Quando isso não acontece o amor vai cansando e, aos poucos, morrendo.

O amor acaba nos descuidos diários, nas gentilezas que não foram feitas, na grosseria sem necessidade, no silêncio entre os dois.

Leia mais: Moço, você faz ideia da mulher que tem do seu lado?

Quando amamos temos a mania de insistir, de tentar, de encontrar saídas para situações difíceis. E isso é maravilhoso, porque mostra que não tratamos o amor como descartável. O problema é que só isso só funciona quando as duas partes estão dispostas a fazerem dar certo, já que sem reciprocidade não existe amor.

É preciso aprender a valorizar quem está do nosso lado nos piores momentos. Quem demonstra preocupação quando pegamos resfriado. Quem liga para saber como foi o dia e quem toma chuva para ir te buscar no trabalho.

Leia mais: Exposição demais para pouco sentimento…

Pouco importa se você recebeu declarações em outdoor ou textões em redes sociais. Importa se no momento em que mais se sentiu sozinha, a pessoa estava lá.

Não procure fora o que você tem dentro de casa. Traição nunca foi uma boa forma de terminar nem começar um relacionamento.

Não queira sentir a dor da saudade por algo que você deixou escapar. Porque, acredite, vai doer. Você vai perceber que não valeu a pena a troca. Vai ver que o encanto não dura mais que alguns meses e que a rotina revela coisas que as mesas dos bares não revelaram.

Leia mais: Se arrependimento matasse…

Você não precisa da perda para valorizar os ganhos. Poupe sua alma da dor, acredite em vocês e permita-se ser feliz com quem merece seus sentimentos.

Se não houver mais amor, tudo bem! Se houver, tente mais uma vez. É melhor terminar uma história sem conflitos e com a sensação de ter feito tudo o que poderia, do que conviver com a dor do arrependimento de ter errado com quem não merecia.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


1 COMENTÁRIO

  1. Exato! Não é só porque você conseguiu algo que almejava, conseguiu subir de degrau que tem que se esquecer de onde veio. Não é porque sua vida sofreu uma reviravolta e você se saiu bem nessa que tem que se esquecer dos seus amigos, da sua família e de quem sempre esteve lá por você. Quem te incentivou a correr atrás quando você era apenas um menino perdido, quem deixava até de fazer coisas por si mesma para te ajudar com seus assuntos pessoais. Quem ia até sua casa, as vezes tarde da noite, só pra te dar remédio para a sinusite que te persegue desde criança e foi ela a unica pessoa que conseguiu fazer essa dor passar com seus remédios caseiros de avó. Aquela pessoa que foi mais que namorada, mas foi melhor amiga, mãe, filha, esposa, amante…tudo em uma só. Não vire as costas pra quem mais te deu apoio, quem construiu uma base sob seus pés pra te ver crescer… não vire as costas por ilusão de independência, de estar solto no mundo sem ninguém pra dar satisfação. Porque momentos de festa são passageiros. E é ai que eu quero ver. Quando ver que amigo de bar não é necessariamente amigo de verdade e mulheres de uma noite é o que mais tem. Mas aquilo que você tinha, aquele amor doce, leve e pacífico… aquilo ficou pra trás junto com a pessoa que você deixou. Porque uma hora a musica acaba, o DJ vai embora, as luzes se apagam e você se pega rodeado de gente… e sozinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here