Muitas vezes se enxerga o desapego como uma grande festa onde se faz o que quer, sem compromisso nenhum, como um pegar e largar desenfreado e inconseqüente onde a fidelidade não vigora.

O desapego é na verdade um grande compromisso, um compromisso com seu Eu interior mais profundo, que veio aqui para ser feliz, crescer e se manifestar com liberdade.

Nos relacionamentos a grande fidelidade não é com o outro, mas com você mesmo. Ser fiel é não se corromper, é assumir apenas os compromissos do seu coração e ser fiel a eles. A fidelidade é com você.

Quando você está apenas sendo fiel ao outro por obrigação, está indo contra o seu coração e está enganando o outro. Esta fidelidade é a maior traição possível, pois você esta enganando a você mesmo e ao outro. Isto é apenas lealdade.

A lealdade não vem do coração, é imposta. Como um escravo servindo ao seu senhor. Lealdade é escravidão, em vez dela devemos praticar a fidelidade que vem do coração.

É fácil ser leal, basta ser escravo.
Mas para ser fiel é necessário ter uma grande coragem, é preciso ser verdadeiro, mostrar o que o seu coração está falando, e hoje ninguém está acostumado a isto. Ser fiel é não enganar a você e não enganar ao outro.

Os relacionamentos em que a fidelidade vem da lealdade são falsos, as pessoas vivem na mentira e tem medo de encarar a verdade. Na verdade são dois escravos que se algemam mutuamente.

O relacionamento verdadeiro só acontece quando os dois possuem o desapego e a fidelidade vem de seus corações. São dois seres livres, dois Deuses que estão juntos pelo amor.

Se você tirar todo o apego de um relacionamento, restará o Amor !

As pessoas têm medo de serem desapegadas nos relacionamentos, pois quando se tira todo o apego resta apenas o amor. Se não houver este amor o relacionamento termina. As pessoas substituem o amor pelo apego para viver na mentira.

Desapegar é ser extremamente fiel sem nenhuma lealdade. É ser fiel ao seu coração sempre !

Desapegar não é esquecer seus compromissos e viver levianamente. É assumir compromissos ouvindo o seu coração e continuar seguindo o seu coração, é ser verdadeiro em todas as horas.

Desapegar é não ser escravo dos compromissos impostos, é ter consciência do seu Eu, é não assumir compromissos que não estejam de acordo com o seu coração, é honrar o seu Eu interior e ser verdadeiro em todas as suas ações.

Desapegar é ter o mais profundo respeito pelo seu Eu interior, é reconhecer-se como Ser Divino e permitir que este se manifeste sem as amarras do materialismo e das regras que lhe são impostas.

Desapegar é manifestar sua essência Divina.

(Fonte: pramashanti.wordpress.com)

Compartilhar

RECOMENDAMOS

Natthalia Paccola
Desde que começou os estudos em Psicanálise e Psicoterapia, a jornalista, bacharel em Direito e mestre em Ciências Naturais pela Unicamp,  Natthalia Paccola levanta uma premissa sobre a sua vida profissional: nunca aceitaria rótulos ou doutrinas acadêmicas. Mas é claro que sofre influências de vários pensadores.Sua grande fonte de inspiração como autoridade em levar Luz para o Bem através de mídias sociais, no entanto,  tem sido os seus próprios seguidores, cerca de 10 milhões que passam semanalmente pela sua Fanpage, Grupos, YouTube, Site, Instragram ou Twitter.


11 COMENTÁRIOS

  1. Eu já tenho os conceitos “Lealdade” e “Fidelidade” invertidos em relação ao texto, acho que, na verdade, a Fidelidade é algo imposto, algo “senso strictu”, enquanto que a Lealdade, sim, é um sentimento nobre, amplo, e que envolve muito mais do que a simples relação “homem x mulher”…
    Você deve ser leal em todos os aspectos da sua Vida, seja aos seus Princípios, seja aos seus Amigos, seja a Você mesmo!
    Por que será que aquele cabo que “prende” uma arma a Você se chama “fiel”?

    Podem ser apenas palavras invertidas em termos de conceito, mera terminologia, sei que o que vale mesmo é saber aplicar adequadamente cada conceito, sem se ater à denotação de cada um…

  2. Fidelidade vem do Latim, FIDELITAS, idem de FIDES, significa “fé, confiança”.

    Lealdade vem de LEGALITAS, idem, de LEGALIS, “legal, correto, de acordo com a lei”, de LEX, “lei”.

  3. Creio Eu que a fidelidade cumpre toda lei – aldade posto que na minha sinceridade fiel ao meu coração e ao do outro jamais usurparia minha consnsciência a ser leal apenas por exterioridades, ou capricho.

    • “Desapegar é ser extremamente fiel sem nenhuma lealdade.”

      Essa afirmação é contestável!

      A lealdade sem fidelidade é apego caprichoso!

      A fidelidade sem lealdade, é o desapego egótico, aq não existe amor!

      A fidelidade cumpre a lealdade! Basta imaginar um assasino que terminado sua sentença sai as ruas, e não mata para que em cumprindo a lei não sofra consequências, mas seu coração e seus pensamentos querem praticar o mal. Em contraste um ladrão que tendo entendido em seu âmago o mal que comete ao matar, escolhe não mais fazê – lo por consciência e de coração e em fidelidade ao que sente, cumpre a lei. A fidelidade egoísta, quer prioriza o” rei no intestino”, rouba do outro a liberdade. E nele não há amor!

  4. Concordo com MAD MAX.

    Num relacionamento aberto, por exemplo, não haverá fidelidade, a base para dar certo é a lealdade.

    Quando há regras claras e ambos aceitam de forma livre consciente,

  5. O seu texto é bom, principalmente os pontos sobre lealdade e etc. Mas, bem, faz muita menção a divindade e etc, coisas que realmente não importam no contexto. Não importa essa essência Divina, quando na realidade não somos deuses, nem somos próximos a isso. Somos pessoas que temos desejos, erramos, respeitamos e lutamos por aquilo que acreditamos. Você deturpa o texto ao tentar dar esse ar de superioridade teleológica à ele. Seja mais sóbrio quanto a isso e será super ok!

  6. Alguém somente se submete à uma fidelidade escravizante se realmente ama o(a) parceiro(a), combatendo, assim, os impulsos primitivos da matéria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here