Siri, Cortana, Google Assistant e Alexa: o que essas tecnologias criadas para auxiliar os usuários de dispositivos eletrônicos têm em comum?

Todas possuem vozes femininas. De acordo com um estudo da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, o motivo dessa escolha é que vozes de mulheres são mais acolhedoras.

Empresas como Google e Amazon encontraram essa mesma resposta em suas próprias pesquisas.

No entanto, um estudo realizado pela Universidade de Standford pode nos fazer pensar um pouco melhor nesse assunto, pois revela que a preferência por vozes masculinas ou femininas depende do assunto.

A pesquisa mostrou que as pessoas tendem a preferir uma voz masculina quando vão aprender algo sobre computadores, mas quando o tema é amor e relacionamentos, a preferência é por vozes femininas. Curiosamente, essas mesmas preferências foram encontradas entre homens e mulheres.

A maioria dos serviços citados no começo do texto, com exceção da Siri, da Apple, não apenas colocam a voz feminina como padrão, mas também não oferecem outra opção além da “mulher” que já responde todas as suas perguntas no app.

Embora alguns estudos relacionem isso com a sensação de conforto supostamente oferecida por vozes femininas, não podemos negar a relação com uma herança cultural em que mulheres são vistas apenas em funções subservientes – e uma assistente virtual não está fazendo nada mais do que trabalhar para você e responder aos seus comandos.

Leia mais: 3 aplicativos gratuitos que vão ajudar a controlar a sua ansiedade

Qual é a sua opinião sobre o assunto? Conte-nos nos comentários!

Fonte: Canal Tech

Compartilhar

RECOMENDAMOS

Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here