Querido Papai não é mais um vídeo em que se exalta as qualidade de um bom pai.

“Querido papai… Eu sei que você já se esforçou mais do que o Super-Homem, mas eu preciso te pedir um favor. Atenção: isso é sobre os meninos”.

É assim que o vídeo batizado de Dear Daddy (Querido Papai, em tradução livre), começa.

Criado pela Norwegian Charity Organization CARE, ele é um instrumento que a ONG encontrou para aumentar a conscientização das pessoas sobre violência contra a mulher e mostrar que ela começa desde a infância.

Impactante, o vídeo é narrado pela voz de uma garotinha que faz pedidos ao seu pai antes mesmo de nascer; ela relata situações envolvendo assédio e diversas outras formas de violência que toda mulher passa pelo menos uma vez na vida e ainda sugere possíveis soluções e atitudes dos homens que podem ajudar a mudar esta realidade.

 

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA