Você lê a questão uma vez. E de novo. Pega a caneta para começar a responder, mas, trava. Como é que se faz isso mesmo? Se você já passou por isso, conhece por experiência própria o que é o temido “dar branco”: saber o que a questão pede, mas não ter a mais remota lembrança de como resolver o problema.

Mas, porque isso acontece e –principalmente – como evitar que você esqueça tudo durante a prova do vestibular.

Todo mundo está sujeito a um “branco” na hora da prova. O importante é saber que dá para contornar a situação pois esse branco não é definitivo. Vá devagarinho, faça outras questões. Não adianta querer lembrar na hora, porque não vai lembrar forçando a memória e gerando mais estresse.

Para não correr o risco de enfrentar esse problemão, fique (ou, tente ficar) um pouco menos ansioso para fazer a prova. “Ai, meu Deus, amanhã é a prova. Amanhã é a prova!”. Não há o que fazer com esse fato, você se preparou e agora deve encarar com naturalidade a data.

Uma boa dica é começar a prova pelo assunto que você tem mais facilidade e ler com bastante atenção o enunciado, com calma. Se estiver muito confuso com uma questão, faça outras questões e, depois, volte àquela em que você sentiu dificuldade.

Ah, veja bem, se durante a prova, você começar a ficar nervoso, pare, tire até a caneta da mão. Coloque uma das mãos no peito, inspire profundamente, prenda a respiração, solte devagar. Faça isso quatro ou cinco vezes. Somente então, volte para a prova.

Lembre-se: um fator muito importante é a autoconfiança. Tem muito estudante que se mata de estudar, conhece toda a matéria, mas não tem autoconfiança. Ele esquece que ninguém é perfeito, ninguém sabe tudo.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Natthalia Paccola

Desde que começou os estudos em Psicanálise e Psicoterapia, a jornalista, bacharel em Direito e mestre em Ciências Naturais pela Unicamp,  Natthalia Paccola levanta uma premissa sobre a sua vida profissional: nunca aceitaria rótulos ou doutrinas acadêmicas. Mas é claro que sofre influências de vários pensadores.

Sua grande fonte de inspiração como autoridade em levar Luz para o Bem através de mídias sociais, no entanto,  tem sido os seus próprios seguidores, cerca de 10 milhões que passam semanalmente pela sua Fanpage, Grupos, YouTube, Site, Instragram ou Twitter.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here