Todos os seres formam um único “organismo”. Talvez esta frase seja um pouco controversa e até mesmo estranhável. Claro, ainda mais por se tratar de uma generalização. Mas isso é algo importante para se refletir, pois gera importantes implicações.

Prezado leitor (a), você já viu o que acontece quando um corpo muito pesado cai no chão? Mesmo que você esteja distante, e que você não tenha nada a ver com aquela ação, o chão treme, e sente. Ou seja, você é afetado. E poderia ser mais do que uma simples sensação. Aquele barulho e o tremor poderiam te deixar com medo, agitado, gerar um bom susto. O mesmo se dá nas relações humanas e na existência de forma geral.

Suas ações afetam os outros, e os outros lhe afetam. Se você está estressado com alguma questão de trabalho e desconta a raiva em sua namorada, possivelmente ela vai sentir o borbulhar de uma mágoa em seu peito. Essa mágoa já está nela, e de alguma forma isso a afetará  suas outras relações ou até mesmo voltará na forma de uma agressão verbal a você. E mesmo que ela não fale nada para ninguém, seu semblante mais fechado ou sua predisposição para realizar coisas será diferente, caso não houvesse o primeiro desconto de raiva. Da mesma forma, se você faz uma surpresa carinhosa para ela, seus sorrisos e sua leveza serão transmitidos aos outros e a você mesmo. Tal como em uma carreira de dominós erguidos e enfileirados, se um é derrubado, todos acabarão caindo. As repercussões de uma ação, de um sentimento, de uma palavra, podem percorrer muitos quilômetros.

Mais do que afetar e sermos afetados, dependemos dos outros e ao mesmo tempo temos importância na vida destes. Se estou aqui é porque de alguma forma eu tive a oportunidade financeira de ter um computador. Alguém ou comprou esse computador ou me forneceu dinheiro para que eu mesmo pudesse fazê-lo. Alguém produziu esse computador e se dispôs a vendê-lo. Se pude escrever aqui é também porque tive meios de cuidar de minha saúde, de comprar remédios, de me consultar com pessoas que sabiam mais do que eu sobre isso. Enfim, as reflexões podem ir ao infinito. Como dependi de outras pessoas e circunstâncias para culminar aqui, nesse momento! Em contrapartida, esse texto está sendo lido por outras pessoas e as afetará de alguma forma, seja fazendo-as repensar alguns valores ou até mesmo desagradando alguns e fazendo leitores literariamente mais críticos e atentos.

A vida é uma grande rede. Refletir e observar isso é algo que gera profundas reflexões e pode até mesmo mudar inteiramente a vida de alguém.

Na medida em que compreendemos isso, sentimos e percebemos que existir pode ser muito mais do que simplesmente realizar desejos. Mas é, na prática, progressivamente entender melhor o campo de vida onde estou inserido e me compreender enquanto (apenas) uma (importante) parte de um grande todo. Embora seja um desafio constante, descobrir minhas possibilidades e limites enquanto parte integrante da vida que me cerca e permeia significa viver de maneira mais ampla e simples. Sempre com o outro.




SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA