A resposta de muita gente poderá ser: Claro, afinal respirar é algo instintivo e que não conseguimos evitar!

Neste caso, estamos falando da respiração inconsciente e automática, onde “somos respirados”, ou seja, respiramos sem perceber, fisiologicamente, 24 horas por dia.

Já a respiração consciente, aquela em que depositamos nossa atenção, nos possibilita uma conexão pessoal, um mergulho para dentro, onde prestamos mais atenção ao nosso próprio ritmo, emoções e sensações.

Do ponto de vista fisiológico, para respirarmos bem precisamos utilizar a musculatura adequadamente e puxar o ar pelas narinas e não pela boca.

Estudos mostram que a respiração lenta utilizando o diafragma traz benefícios à saúde. Quando esse músculo é utilizado, o ar chega até a base dos pulmões, enviando mais oxigênio às células.

A respiração errada utiliza a parte superior do corpo, inflando o peito ao invés do abdomen, prejudicando o funcionamento do organismo.

Com cada vez mais adeptos, a prática da meditação e do yoga oferecem recursos para uma respiração consciente, silenciando assim o “barulho” interno e proporcionando inúmeros benefícios tanto físicos quanto psíquicos:

• Menor ansiedade e depressão, pois permanecemos no presente, no aqui e agora.
• Mente mais serena
• Fluência dos pensamentos e emoções
• Renovação de ideias, proporcionando maior criatividade.
• Maior qualidade de sono
• Massagem dos órgãos internos fazendo com que eles trabalhem melhor.
• Redução do estresse e da hipertensão

Experimente melhorar sua respiração: comece com 5 minutos diários, sentando numa posição confortável.

Quando inspiramos nosso abdomen infla como se fosse um balão e ao expirarmos ele murcha. Observe o ar entrando e saindo.

Se sua mente estiver muito acelerada utilize a contagem de números para ajudar:

Inspire e pense no número 1, expire e pense no 2, inspire e pense no 3, e assim sucessivamente até chegar ao 12. Depois regrida e volte ao 1. Se perder a contagem, recomece.

Essa prática simples e diária é capaz de trazer grandes benefícios à nossa saúde mental, física e psicológica, aumentando o sentimento de bem-estar.

Bem-estar é a experiência de se reconhecer completamente à vontade com você mesmo, com o seu momento e as suas sensações.

Isso é qualidade de vida!

No entanto, se o estresse tomou conta de sua vida e sua respiração está ficando cada vez mais superficial, diminuindo sua qualidade de vida…

A psicoterapia pode ajudar!

(Fonte: psicoafins.com.br)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA