Mulher que alega enxaqueca para não transar não tem classe.

A dor de cabeça é preguiça, ela demonstra que não tem nenhuma motivação em esconder a ausência de apetite, que você não vale nem o esforço de mentir. Não merece uma desculpa convincente.

Zomba de sua tara. Nas entrelinhas, avisa: cai fora, e vira definitivamente ao lado. A relação está com os dias contados. Não é falta de vontade de sexo, é falta total de ânimo para ficar junto, até para dormir junto.

Elegância é quando ela desvia o assunto com histórias tristes. Mulher quando vai para cama e conta tragédias é que ela está decidida a não transar. Ela pôs isso na cabeça desde o café da manhã e não muda de ideia. Porque a mulher acorda sabendo que vai dar ou não. Não duvide da premeditação — ela se conhece mais do que o homem.

Óbvio que identifica os sinais no radar, a mão do parceiro deslizando desde o banheiro, o convite dos beijos, o beijo fica lânguido, molhado, espumoso, qualquer um percebe quando o outro está excitado, não é um mistério. Natural que ela evite discutir o assunto diretamente, tipo “não estou a fim hoje” ou “estou muito cansada”. Será muito desgastante, seu companheiro se sentirá um fracassado, aparecerão espinhas residuais da adolescência. Ou se encherá de autoridade para denunciar o tempo de abstinência. Virá com um relatório, são sete dias e 20 horas no seco!, como alguém que pede um reajuste salarial. Sempre quando confessamos que não desejamos nada naquela noite, temos que explicar durante horas o motivo. Há a tese unânime de que seria mais simples transar do que discutir.

A objetividade é insana no relacionamento. Por que existe um medo tremendo de ser enganado, de não detectar o desamor a tempo, como se fizesse diferença descobrir antes ou depois. A insegurança gera evasivas. Ninguém fala o que realmente quer ou não quer, com receio de melindrar. No brasileiro, a síndrome é doentia, a reputação tropical e quente derreteu nossos miolos. Aqui, não trepar é não amar. Diante da negativa, instala-se a desconfiança: não se interessa mais por mim?

A esposa está indisposta sexualmente quando recorda da avó doente. É um truque repassado de mãe para filha. Tem 100% de aproveitamento. Toda fêmea guarda na manga da camisola sexy uma ancestral doente ou no asilo. Nunca mencionou sua existência durante cinco anos de convivência. De supetão, ela surge, imperiosa, desgrenhada, carente e abandonada. Sua mulher põe dois travesseiros nas costas e senta para confidenciar da culpa por não visitá-la. “Será que ela se lembra de mim? Tão triste e sozinha lá…”

Você está com o volume máximo na calça, cheiroso, malicioso como uma cobra na relva, e ela encerra o entusiasmo dos seus toques com reminiscências da parente adoecida. Se não frear seu ímpeto, irá repreendê-lo:

— Pô, é importante, não está prestando atenção, estou me abrindo…

Fodeu, ou melhor, não fodeu mesmo. Ela não está se abrindo, está se fechando. Use as velas aromáticas para o velório da avó. A sonolência pesará nas pálpebras, começará uma série de bocejos irresistíveis e dormirá primeiro, ainda por cima com a fama de insensível.

(Autor: Fabrício Carpinejar)

(Fonte: carpinejar.blogspot.com.br)

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

8 COMENTÁRIOS

  1. E o que ele fez pra ela não querer? Passou o dia sentado, assistindo tv, ou na internet. Não fez patavina em casa, sequer foi comprar pão. Viu um monte de saradonas nuas, mostrando até o colo uterino e depois disso foi pra cama querendo só se aliviar, menos fazer amor…por favor! rsrsrs

    • Seu comentário foi curtido por todas as mulheres do planeta. Se ela não quer tranzar amiga, com certeza são esses motivos entre outros. No meu caso eu esfriei com ele 100% depois de uma amiguinha dele ficar na cola dele o tempo todo. E vocês homens, pensam bem. Não é bem assim: ah ela não quer tranzar. Alguma coisa você fez. Nenhuma mulher fica assim à toa nunca. Ou você magoou, ou aprontou uma. Sempre damos conselhos, mas entra no ouvido e saí pelo outro. Depois nós que somos loucas ciumentas. Os homens ficam na teimosia por causa dessas amiguinhas. Vamos juntando juntando. Até que paramos e e percebemos. Já que ele continua teimando eu vou saímos fora. Por isso se sua namorada não está gostando de algo. Pare de fazer. Mas fica aprontando. Como não somos bobas. Nós largamos. Eu se fosse homem, eu jamais iria contrariar minha namorada. Não ia dar bobeira nunca.

  2. Muito bom e divertido…mas como mulher arrisco dizer que meu desejo é tão ardente quanto o dos machos, mas as vezes estamos realmente muito cansadas da rotina diária e é só isso!

  3. Entendo a charge da situação… E pode ter sido em tempos atrás desta maneira… Mas acredito que nos tempos atuais nós mulheres estamos mais diretas e objetivas… Sou latente na cama e se não estou afim falo na boa… Também já broxei… Simplesmente por lembrar de uma palavra mal colocada… Mulheres são mesmo assim… Ligamos emoções a tudo…
    Esclareço de forma tranquila e leve qualquer situação e tudo fica muito melhor… Ser transparente não é ofender… É se colocar e se valorizar.. Não precisar arrumar subterfúgios para tal. O sexo é muito bom… A cumplicidade é melhor ainda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here