Young woman picking her nails

“Estão rindo de mim?”

Uma das maiores bênçãos (leia-se: sintomas chatos) da ansiedade é ter de lidar com os pensamentos-relâmpagos que se transformam em preocupação constante. Às vezes, esses pensamentos têm fundamento (“deixei o forno ligado?”), mas frequentemente são totalmente infundados (“meu chefe me odeia?”) — e o cérebro não sabe a diferença.

Pedimos aos editores do The Huffington Post que sofrem de ansiedade para compartilhar alguns dos pensamentos estressantes que passam por suas mentes durante o dia. Confira abaixo algumas das coisas que despertam ansiedade.

Talvez façam você pensar duas vezes antes de julgar alguém que é muito preocupado.

ansiedade

1. Dizer algo que possa ofender alguém

“Será que eu disse aquilo da maneira errada? Fazer de tudo para não ofender aquela pessoa acabou ofendendo-a ainda mais?”

2. Ficar preso no transporte público

“Quando o metrô é interrompido ou fica parado, e não tenho informações sobre o motivo, me apavoro um pouco e cogito pegar um táxi mesmo sabendo que custará muito mais e levará o mesmo tempo. Isso porque pelo menos posso ver o que está me segurando e sinto que tenho algum controle do meu entorno.”

3. Chegar atrasado (ou na hora, para determinado compromisso)

“A que horas preciso sair do trabalho para chegar ao meu destino? Como vai estar o tráfego? Vai ser difícil estacionar?”

4. Medo de que algo saia errado

“Tenho um medo constante de que algo aconteça com meu marido! Tenho medo de acabar na rua. Não tenho amigos ou família a quem possa recorrer.”

5. Esquecer de fazer algo importante

“Nos meus melhores dias, consigo sair de casa sem ter de checar a fechadura três vezes, ou me certificar de que a geladeira está fechada várias vezes. Nos meus melhores dias, consigo controlar meus pensamentos e nada vem à minha mente. Nos dias difíceis, não posso evitar os e se.”

6. Não ser capaz de controlar o que está acontecendo agora ou no futuro

“Todos os minutos, todos os dias me preocupando sobre algo que está acontecendo no momento, algo que aconteceu recentemente, ou algo que possa acontecer nos próximos momentos, ainda hoje ou no futuro.”

7. Pensando se seus entes queridos estão chateados com você

“Por que estão demorando tanto para responder minha mensagem de texto? Estão bravos comigo? Devem estar chateados.”

8. Cometer um erro no trabalho que fará com que alguém julgue você

“Cometi um erro de digitação no meu último e-mail e apertei responder a todos — agora todo mundo pensa que sou incompetente ou não sei a diferença entre descriminar e discriminar.”

9. Parecer estúpido em um evento

“Estão rindo de mim? Espero não fazer a coisa errada. Espero que não diga algo errado. Aquilo era para rir? Será que eu não deveria ter dado risada? Já posso ir embora?”

10. Sentir-se ansioso por estar ansioso

“A maior parte da minha ansiedade é por ter um transtorno de ansiedade. Por que sou ansioso? Não tenho motivos para ser ansioso. Sou feliz e tenho uma vida boa.

Por que não consigo acabar com a ansiedade? Sei que está me estressando, será que todo mundo percebe isso? Estou deixando outras pessoas nervosas?”

Soa familiar? Veja o que você pode fazer sobre isso:

• Perceba que seu cérebro está fazendo isso

Segundo o psicólogo Rick Hanson, autor de Hardwiring Happiness: The New Brain Science of Contentment (Conectando-se com a Felicidade: A Nova Ciência do Cérebro para Alcançar o Contentamento, em tradução livre), nossos cérebros têm um viés natural à negatividade, ou uma tendência para automaticamente esperar o pior resultado.

Isso é especialmente verdade para pessoas que sofrem de ansiedade. Se o seu cérebro está numa espiral de negatividade, não fique se culpando.

• Aceite que os pensamentos estão acontecendo

Não expulse os pensamentos ansiosos de sua mente, mas enfrente-os.
A maior preocupação é quando a ansiedade começa a criar um círculo de evasão”, disse o psiquiatra Mickey Trockel, professor assistente clínico de psiquiatria e ciências comportamentais da Universidade Stanford, em entrevista ao HuffPost.

“Quando alguma coisa está provocando aquelas emoções, evitá-la traz uma sensação boa — e porque traz uma sensação boa, está reforçando a ansiedade.

• Faça perguntas a si mesmo

Coloque seus pensamentos em perspectiva fazendo perguntas que ajudam a redimensionar seu medo. Esse método permite que você saia de si mesmo. “Avalie as provas a favor e contra aquele pensamento, explicou Peter Norton, professor de psicologia da Universidade de Houston. “Pesar as provas de um lado e de outro lhe ajudarão a ter uma visão mais racional da situação.”

• Pratique uma atividade relaxante

Não importa se for uma pequena meditação ou fazer uma caminhada, ambos trazem benefícios mentais. Mas faça algo para ajudar a acalmar e distrair a mente.

(Fonte: www.brasilpost.com.br)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



3 COMENTÁRIOS

  1. ultimamente a minha ansiedade é porque não estou bem fisicamente, estou sentindo muita tontura e aí tenho medo de sair de casa e cair, pois tenho 66 anos e um tombo vai me trazer serias consequencias, e como sou sózinha só o fato de pensar que tenho que ir ao supermercado que é mais ou menos uma meia hora, já me sinto mal., e se comento esse fato a algumas pessoas elas parecem não querer entender.

DEIXE UMA RESPOSTA