A depressão é a principal causa de incapacidade no mundo. Nos Estados Unidos, cerca de 10% dos adultos sofrem de depressão. Mas porque se trata de uma doença mental, ela pode ser muito mais difícil de entender do que, digamos, o colesterol elevado.

Uma importante fonte de confusão é a diferença entre ter depressão e apenas sentir-se deprimido. Quase todo mundo se sente para baixo, de tempo em tempo, mas a depressão clínica é diferente. É um transtorno médico, e ela não vai desaparecer só porque você quer que ela suma. Ela perdura por pelo menos duas semanas consecutivas e significativamente interfere com a sua capacidade de trabalhar, jogar ou amar. Provavelmente, você conhece alguém que sofre de depressão.

Aqui estão algumas maneiras que você pode ajudar:

1. Ajudar a encontrar ajuda: Se você conhece alguém que luta contra a depressão, incentive-os – gentilmente – a procurar ajuda. Você pode até mesmo oferecer-se para ajudar com tarefas específicas, como procurar por terapeutas na área ou fazer uma lista de perguntas a se fazer um médico. Para alguém com depressão, estes primeiros passos podem parecer insuperáveis.

Leia Mais: O mal do século não é a depressão, mas a falta de empatia

2. Ser informado: Se eles se sentem culpados ou envergonhados, mostre que a depressão é uma condição médica como asma ou diabetes. Não é uma fraqueza ou um traço de personalidade, e eles não devem esperar “apenas superar isso” como se fosse um braço quebrado. Quanto mais você sabe sobre a doença mental, melhor você é capaz de entender o que eles estão passando, e apoiá-los.

3. Não subestime-a: Se você ainda não experimentou uma depressão, evite comparar com quando você se sentiu para baixo – comparando o que eles estão experimentando com sentimentos normais ou temporários de tristeza pode fazê-los sentir-se culpados por lutar.

4. Livre-se do estigma: Apenas falar da depressão abertamente já pode ajudar. Por exemplo, uma pesquisa mostra que questionar alguém sobre pensamentos suicidas, na verdade, reduz o risco de suicídio. Conversas abertas sobre a doença mental ajuda a livrar-se do estigma, e torná-lo mais fácil para as pessoas pedirem ajuda. E, quanto mais pacientes procuram tratamento, mais os cientistas vão aprender sobre a depressão, e melhor o tratamentos será.

5. Continue a conversa: Devido aos sintomas da depressão serem intangíveis, é difícil saber que alguém pode parecer bem, mas está realmente sofrendo. Só porque seu amigo pode parecer bem um dia, não assuma que ele ‘melhorou’. Continue a apoiar.

(Fonte: blog.ed.ted)

*Tradução equipe Fãs da Psicanálise.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here