Muitas vezes, basta uma reflexão, para encontrarmos aquelas respostas que caminham conosco, mas pouco se apresentam.

Estas perguntas não têm resposta certa ou errada, mas o objetivo de fazer com que você questione os seus dias.

1. Qual seria a sua idade se você não soubesse quantos anos você tem?

12. O que é pior, falhar ou nunca tentar?

23. Se sabemos que a vida é finita e curta, por que acabamos fazendo tantas coisas que não gostamos e gostamos de tantas coisas que não fazemos?

3

4. Quando todas as coisas já estão ditas e feitas, será que você disse mais do que fez?

4

5. De que forma você gostaria de mudar o mundo?

“Porque as pessoas loucas o bastante para acreditar que podem mudar o mundo, são as que o mudam” – Jack Kerouac

56. Se a felicidade fosse a moeda nacional, qual seria o trabalho que te tornaria rico?

67. Você está fazendo aquilo em que acredita, ou você se conforma com o que está fazendo?

78. Se a expectativa média de vida humana fosse de 40 anos, você estaria vivendo sua vida de outra maneira?

89. Até que ponto você realmente controlou o sentido da sua vida?

9

10. Você está mais preocupado em fazer as coisas direito ou só quer fazer as coisas certas?

11. Você está em um jantar com quatro pessoas que admira muito, mas todos começam a criticar um amigo íntimo seu não sabendo que é seu amigo. A crítica é injustificada e de mau gosto. O que você faz?

12. Se você pudesse dar a uma criança só um conselho, qual seria?

13. Você quebraria a lei para salvar alguém que ama?

14. Você já viu insanidade onde acabou percebendo criatividade?

1015. Pense em algo que você sabe que faria diferente da maioria das pessoas? Acha loucura?

11

16. Como você explicaria o fato de que aquilo que te faz feliz, muito provavelmente não faz todas as pessoas felizes? A felicidade não tem receita.

17. O que está prendendo você de fazer aquilo que realmente quer?

18. Você está se apegando a algo que precisa deixar de ir?

1219. Se você tivesse que se mudar agora para um estado ou país muito diferente do que você vive no momento, você iria? Conseguiria abandonar tudo?

20. Você acha que as coisas são como são ou aperta o botão do elevador mais de uma vez, acreditando que isso fará o elevador chegar mais rápido? Você insiste naquilo que acredita ou permite que a aceitação domine você?

21. Hemingway afirmou que felicidade em pessoas inteligentes é coisa mais rara que ele já viu. Mas então,você prefere ser um gênio triste ou uma pessoa simples e alegre?

13

22. Por que você está onde está?

23. Você gostaria de conhecer alguém como você? Gostaria de ter a sua própria amizade?

24. O que é pior, quando um bom amigo se afasta, ou perder o contato com um bom amigo que mora bem perto de você?

25. Qual é a coisa pela qual você é extremamente grato? Há algo que você possa dizer que é maravilhoso em sua vida?

26. Perder todas suas velhas memórias ou nunca ser capaz de fazer novas?

27. É possível conhecer a verdade sem desafiá-la primeiro?

28. Seu maior medo, em algum momento, se tornou realidade?

29. O que te chateava há 5 anos atrás, ainda te chateia?

30. Qual é a sua memória mais feliz infância? O que a torna tão especial?

31. Em que momento no últimos tempos você se sentiu mais apaixonado e vivo?

14

32. Esse não é o momento, mas então quando?

33. Caso você não tenha conseguido ainda, o que você tem a perder?

34. Alguma vez você já esteve com alguém , não comentou, mas sentiu que tinha tido a melhor conversa da sua vida?

35. O que a religião representa na sua vida?

36. É possível distinguir, sem sombra de dúvida, o que é bom e o que é mau?

37. Se você ganhasse na loteria, sairá do seu trabalho atual ou está fazendo aquilo que gosta?

38. Você prefere ter menos trabalho para fazer, ou mais trabalho que você realmente gosta de fazer?

39. Você sente como todos seus dias fossem iguais?

40. Quando foi a última vez que você seguiu um caminho apenas com o brilho suave de uma ideia em que você acreditava fortemente?

41. Se você soubesse que todos que você conhece morreriam amanhã, quem você visitaria hoje?

42. Você estaria disposto a reduzir sua expectativa de vida em  10 anos somente para se tornar extremamente atraente ou famoso?

43. Você conhece a diferença entre estar vivo e realmente viver?

44. Quando é o momento de parar de calcular riscos e recompensas, e ir em busca daquilo que se quer?

45. Se aprendemos com os nossos erros, por que estamos sempre com medo de cometer um erro?

46. O que você faria de forma diferente se soubesse que ninguém iria julgá-lo?

47. Quando foi a última vez que você prestou atenção na sua própria respiração?

48. O que você ama? Algum de suas ações recentes expressou abertamente esse amor?

49. Em 5 anos a partir de agora, você vai se lembrar o que você fez ontem? E sobre o dia antes disso? Ou no dia anterior? Os seus dias são marcantes?

50. As decisões estão sendo feitas agora. A pergunta é: Você está as tomando por si  ou você está deixando que os outros as tomem por você?

15(Autora: Isadora Tabordes)

(Fonte: www.equilibrioemvida.com)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



34 COMENTÁRIOS

  1. Ótimo questionário, para pensar nossa vida, e saber se estamos nos tornando a pessoa que queremos ser. E fico muito feliz e tranquila em perceber que sim, que sou a pessoa que quero ser e que não tenho medo de me arriscar em busca dos meus sonhos. É bom saber que mais que viver eu tenho motivos para estar por aqui, eu tenho ideais e idéias que me movem para frente e que me permitem crer que vale a pena meu esforço. Há ainda muito o que buscar e lutar, mas amo a ideia de que a beleza não está na chegada (topo), mas na caminhada, e procuro ver e sentir a beleza do percurso da minha vida, há sempre um bocadinho de beleza, mesmo em meio a dor!!! Há sem dúvidas, perguntas das quais não gosto da minha resposta, e trabalharei para mudar essas respostas. Obrigada pelo incentivo!!

  2. Sou o que sou porque sou. Todas as questões são de relevadas importância, mas a 21 está entre as que mais me chamara a atenção., pois padrões de tristezas e alegrias podem ser divergentes; pois um gênio pode encontrar felicidade no seu aparente ostracismo, e uma pessoa comum achar a alegria nas coisas consideradas absurdas quando comparadas a razão.

  3. A chave d td é ter dinheiro, com dinheiro vc prolonga a vida, vive bem, e o melhor: viaja muito, viajar é a melhor coisa pro ser humano, não existe tristeza viajando, assim dessas 50 perguntas no máximo 2 ou 3 seriam relevantes

    • Apesar da maioria das pessoas discordar de voce eu concordo plenamente!
      O dinheiro é a chave da liberdade. Se voce o tem em abundancia nao precisa se preocupar com nada e pode fazer tudo que mais gosta. Pode ajudar também quem voce quiser ajudar.
      Devemos nos espelhar na natureza e sermos seres abundantes. A pobreza é uma criacao humana e quem acredita nela nunca será feliz!

      • O dinheiro é muito bom e nos ajuda a ter qualidade de vida. Mas, infelizmente, pra grande parte das pessoas, o dinheiro está longe de ser a chave da liberdade e, sim, verdadeira prisão.

    • Concordo plenamente….. mais da metade dos meus “nãos” foram em função da falta de dinheiro para tal coisa. Vão me chamar de materialista? Nem tô. Até mesmo a ajuda ao próximo está de alguma maneira ligada ao dinheiro. Seja para prover o que a pressoa precisa, ou tempo livre para estar mais presente, e até mesmo fazer um trabalho voluntário, coisas que não posso fazer, pois tenho de trabalhar.
      Quanto a curtir e viajar, já nem é tanto meu estilo. Eu gostaria de uma vez ao ano ou dois, fazer uma super viagem, sem limite de gastos, mas na dad lugares badalados e famosos. Uma viagem a um lugar pitoresco e fora do circuito turístico tradicional, será ótimo.

    • Não digo que seja a chave de tudo, mas que dinheiro ajuda e muito, isso é fato! Essa frase foi criada num contexto em que há muitos ricos tristes, mas isso não quer dizer que todos os ricos sejam tristes. Dinheiro ajuda e muito, óbvio que não é a chave pra tudo, porque como já disse: Há ricos tristes, mas o dinheiro é necessário, te traz inúmeras possibilidades de se divertir.

  4. GENIAL, GENIAL, GENIAL! NÃO É PARA TER AS RESPOSTAS CERTAS, É PARA SE REFLETIR SOBRE SI MESMO. PODE-SE FAZER OUTRAS VEZES E COMPARAR AS RESPOSTAS…PORQUE VOCÊ MESMO TERÁ DE ENCONTRÁ-LAS NO PERCURSO DA SUA VIDA (DESTA OU DA OUTRA…. HEHEHE). PARTINDO DO PRESSUPOSTO QUE SOMOS TODOS CEGOS E IGNORANTES DA VERDADE ABSOLUTA, ENTÃO SÓ NOS RESTA ACEITA ESTA NOSSA “VERDADE” ATUAL APENAS COMO UM CONCEITO ABSTRATO QUE VAI MUDANDO CONFORME AMADURECEMOS. E ISSO SÓ ACONTECE QUANDO ESTAMOS PREPARADOS PARA ACEITAR A VER AQUILO O QUE ATÉ ENTÃO NOS ERA PRIVADO PELO VÉU DA IGNORÂNCIA….COMO DIRIA GILBERTO GIL: “…E É INÚTIL SE TENTAR FUGIR DA LONGA ESTRADA!…”

  5. iAinda ñ sei quem sou nem o que sou, mas o que importa ñ é ser ou ñ ser e sim me conhecer para aproveitar a oportunidade de viver tds. momentos possiveis com liberdade, serenidade,alegria egratdão pela vida que me foi concedida.

  6. Pobres de espírito os que pensam que o dinheiro é a chave de tudo.
    Por muito tempo, eu pensava que “somente serei feliz a partir do momento que eu comprar/tiver/viajar/etc, etc, etc” como se o dinheiro resolvesse tudo… a vida passou, adquiri dinheiro, bens, viagens e… não necessariamente felicidade. O mais importante é a maturidade e o auto-conhecimento. Reconhecer suas virtudes, suas fraquezas, e tentar – diariamente – ser uma pessoa melhor. É fácil? Não, claro que não, ainda mais com o mundo dando milhares de maus exemplos o tempo todo.

  7. Muito bom, nos preocupamos com tantas coisas que esquecemos de nós mesmos e não paramos para refletir sobre o que realmente importa para nós!

  8. Ótimo texto, acho que todos deveriam conversar com seu eu interior para reflexão. Focamos muito nas outras pessoas e nos esquecemos de olhar para o espelho muitas vezes. O segredo da felicidade está na simplicidade, a humanidade que complicou tudo.

  9. Não se pode discordar que o dinheiro é uma ferramenta para a felicidade, mas isso porque ele não é comum a todos, é algo a ser conquistado. Se todos fossem ricos, buscariam ser milionários. A questão é a busca de mais, estaremos incessantemente buscando sermos melhores, termos mais, para nos sentirmos especiais, com outras regalias, o dinheiro e a felicidade estão ligados pela sua função social.

  10. Prefiro ser um inteligente triste, pois nisso encontro o verdadeiro sentido da vida. Tudo passa, o que fica foi o que fizemos em prol de nos mesmo, e como refletimos na vida do outro. A vida aqui é uma ilusão um sonho, onde uns podem mais que os outros, mas que no fim de tudo vê que viveu uma ilusão alguns tendo tudo que sempre quis,outros desejando ter e pra que? Pra deixar pro outro. Pobre ser humano que pensa que nessa vida tudo se resume em rir e festejar. Ter pés no chão não é deixar de viver, e sim viver sem sonhar. Apenas viver.. Sou grata por ter encontrado o meu eu.. Pena que no mundo de hoje pessoas com a nossa mentalidade estao em extinção, influenciados pela midia. Não vivem seu próprio eu apenas imitam o eu do outro.

  11. Tem uma pergunta pichada em uma fachada qualquer da minha cidade que é o resumo de todo esse questionário (excelente por sinal): Você é quem você gostaria de ser??? Amo essa pergunta, a resposta sempre me leva a repensar quem sou, onde estou e para onde desejo ir! Obviamente não sou quem eu gostaria de ser, porque como a grande maioria das pessoas estou presa por amarras sociais, regras, leis, limites, medos, vergonhas, ilusões. Muitos seguem o roteiro preestabelecido sem nem se dar conta, a minha diferença é que eu tenho essa consciência, que no fim não me serve pra nada!!! Hemingway afirmou que felicidade em pessoas inteligentes é coisa mais rara que ele já viu, concordo com ele, é difícil ser feliz vendo além! Eu com certeza preferiria ser uma pessoa simples e alegre, e as vezes eu até consigo fingir que sou!!

  12. Pra boa parte dessas perguntas minha resposta é nada mais e nada menos que “não sei”. Foda, eu estava perdido há 15 ou 10 anos e continuo perdido hoje a respeito de muitas coisas. As respostas não chegam facilmente, a busca é constante e oque importa realmente é a incessante reflexão.

DEIXE UMA RESPOSTA