Todas nós gostamos de nos sentir importantes, queridas e que as pessoas em nossa volta curtam nossa companhia. Você provavelmente é uma dessas mulheres. Eu também adoro.

O problema é quando a nossa empatia e interesse nos outros se torna um chamariz de solicitações e convites e nós temos dificuldade de negar os pedidos feitos.

Já tive uma cliente que se sentia muito mal por não conseguir dizer NÃO, porque o que ela planejava para fazer tinha que ser adiado ou mesmo negligenciado por causa das solicitações e pedidos de outros.

Se identificou?

Pois é, quem não consegue dizer NÃO tem uma vida muito difícil.

Basta pensarem na palavra NÃO para sentir seu estomago dar voltas e as três letrinhas benditas não se transforma em uma palavra audível.

A questão é muito séria!

Quem não consegue dizer NÃO perde o controle de sua vida, torna-se vítima, vive a mercê das solicitações de outros. O problema é que muitas pessoas percebem essa sua “tendência” de aceitar qualquer pedido e abusa disso.

Você já parou para pensar no que está por trás da dificuldade de não conseguir dizer “NÃO”?

Leia mais: Aprenda a dizer não!

Eis alguns motivos:

  • Mulheres que aprendem incorretamente que não são legais, que não tem valor e que não são agradáveis.
  • Tem uma opinião inferior de si mesma e precisam do amor e da aprovação dos outros para sobreviver.
  • Pensam que ao dizer NÃO podem correr o risco de não serem queridas por outros.
  • Então, dizem SIM todas às vezes.

O NÃO e o SIM fornecem a direção as nossas vidas, nos permitem fazer o que realmente queremos fazer. É como um barco com leme guiado para uma única direção – a que desejamos.

Mulheres com essa dificuldade podem ter que pagar com sua própria personalidade o preço de serem queridas – não sendo muito divertidas, não se impondo e deixado a vida passar sem fazer nada que gostam.

É hora de dizer NÃO para esse tipo de vida. Vamos às dicas:

1 – Aumente sua autoestima.

A baixa autoestima lhe tira a energia que poderia dar a si mesma, e por isso é tão importante ser querida por outros. O que torna negar um pedido muito mais difícil.

Comece a pensar em suas qualidades e pontos fortes.

Leia livros sobre o tema e aplique em você as dicas fornecidas.

A autoestima anda junto com a autoconfiança, então acompanhe o blog que irei te ajudar nessa jornada.

2 – Faça uma lavagem cerebral.

Oi?!? Calma, eu explico.  Para adquirir a habilidade de pelo mesmo considerar se o convite merece um Sim ou NÃO você precisará de treino. E para isso precisará desligar de sua mente a palavra SIM e começar a usar a palavra NÃO.

O NÃO precisa vir automaticamente, como um reflexo. A repetição SIM deve ser substituída pelo NÃO.

Vire um papagaio. Escolha como substituta a frase “direi para você depois” ou “vou ver na minha agenda e te retorno”. Repita a frase escolhida até não aguentar mais. Ela precisa ser absolvida pela sua mente.

Quando alguém ligar te pedindo algo, diga a frase que escolheu. Isso dará tempo para você reunir forças e informações e ser capaz de ligar no dia seguinte com sua razão para não aceitar o convite.

3 – Reconheça que você também é importante.

É preciso reconhecer que você é importante para você mesma, que cada decisão deve ser levada a sério e que precisa se colocar na equação.

Quando você diz SIM para outra pessoa você está dizendo NÃO para você, e sendo você importante, estará negando a si mesma.

Parece óbvio, porém precisa ganhar consciência disso para poder agir em acordo.

4 – Não imagine os sentimentos dos outros.

Uma grande dificuldade para as mulheres do SIM é que elas deduzem que as outras pessoas ficarão magoadas se elas não aceitarem o convite. São supersensíveis com os sentimentos alheios e concluem que os sentimentos dos outros são mais importantes do que os seus.

No geral essa premissa não tem base real. É apenas uma hipótese.

Não sabemos exatamente como as pessoas se sentem. Podemos usar nossa intuição e a linguagem do corpo para ter uma ideia, e mesmo se perguntarmos podemos não receber uma resposta exata.

Chegue a um equilíbrio em que esteja pensando nas necessidades dos outros e na sua. Esse “egoísmo” é saudável e importante.

5 Não se desculpe

Ao dar uma desculpa, você se coloca numa posição inferior, revela o seu receio e dá a impressão à outra pessoa de que é possível quebrar as suas defesas e fazê-la mudar de ideia.

Pode se seguir uma discussão e provavelmente você acabará por dizer sim, só para ter um pouco de paz e sossego.

Em vez de se desculpar, agradeça pelo convide feito e explique o motivo da recusa.

6 Diga a verdade

Ao fazer a sua recusa não minta, não invente histórias e não culpe outras pessoas que realmente não tem nada a ver com convite ou solicitação que foi feita.

Você não quer que sua integridade seja prejudicada por uma dificuldade que pode ser vencida com empenho.

7 Pese os prós e contras

Talvez o que te ajude a recusar o pedido/convite é fazer uma lista de consequências de dizer SIM e de dizer NÃO.

Pesar os prós e contras. Isso a ajudará a não se sentir tão culpada e poderá avaliar a situação usando a razão e a lógica.

Resumo:

1. Aumente sua autoestima

2. Faça uma lavagem cerebral.

3. Reconheça que você também é importante.

4. Não imagine os sentimentos dos outros.

5. Não se desculpe

6. Diga a verdade

7. Pense os prós e contras

Conclusão:

Dizer sim a todos os pedidos, favores e convites feitos tornará você uma servente dos outros, alguém que abre mão de si pela dificuldade de impor sua vontade.

Precisa de equilíbrio entre o sim e não afinal assim como ninguém gosta de quem diz SIM o tempo todo também não agrada quem diz NÃO a cada pedido.

Aprenda a avaliar a situação, pesando os benefícios para ambas as partes e certamente será muito mais feliz!

(Autora: Edvania Santos)

(Fonte: www.mulherconfiante.com.br)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA