Já disseram que é do signo, pode ser porque estou sozinho aqui escrevendo esse texto, ou pelo simples fato de existir e querer alguém do lado. Chega uma hora que seus hormônios e sensações entram em alerta! Se você concorda com aquele ditado de que “ninguém é feliz sozinho” eu vos digo: “tamo junto”!

Porém, esses momentos de solidão podem ser proveitosos sim. Nossas aptidões tomam a frente e nos fazem “viajar” em mundos que às vezes nem nós mesmos conhecemos. É importante deixar a criatividade tomar conta desses momentos, que eu garanto que pode ser um bom aliado para combater essa carência toda.

É importante salientar que não temos só uma carência afetiva por falta de alguém. Às vezes precisamos refletir sobre o porquê de estarmos sozinhos, se o momento é propício para isso e exatamente nesse momento você possa crescer como ser humano.

Sem hipocrisia, se você ainda não achou o amor da sua vida, talvez ainda não esteja preparado para entrar numa relação. E uma dica bem legal é: libertar-se dos problemas do passado que estão sendo refletidos no presente e aproveitar e curtir um pouco a vida sozinho. Ou que tal, marcar com um amigo e ir ao cinema no fim de semana? Os amigos são bons aliados para a carência!

O principal é manter a mente ocupada. Porque eu te garanto: a carência só vem quando você está ocioso. Lembre-se que se você estiver sempre se socializando, for a festas, cinema, teatro e shows com os seus amigos, a chance de acabar com a carência multiplica!

Dá um “tchau” para essa solidão e aproveite a vida da melhor forma possível. Sozinho ou acompanhado!

(Autor: “Daniel Velloso, escritor, autor do livro “Avesso da alma” pela Editora Multifoco, nascido em 1985 e viciado em sonhar.”)

Compartilhar
Daniel Velloso
É escritor, o "Avesso da alma" já faz o maior sucesso e em breve lançará o seu segundo livro. Estudante de Psicologia, é colunista exclusivo do site Fãs da Psicanálise.



2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA