Cataplofht (som de queda tipo uma jaca quando cai do pé)

-“Buáaaaaaaaa”

-“Clara, o que houve?”- corro imediatamente acudir minha filha de 2 aninhos.

-“Fez dodói no pézinho, Mamãe”- diz a pequena Clara chorosa, com lagrimas caindo assim como a Alice no país das Maravilhas quando forma um rio.

– “Mamãe, dá um beijinho”

SMACK

As lágrimas cessam instantaneamente e Clara volta feliz e contente a brincar.

Não sei com vocês, mas aqui em casa é assim. Um beijinho tem efeito instantâneo em pequenas lesões. Incrível! Aí fui olhar o que é que a ciência diz sobre isso e PIMBA! Ela comprovou o que já foi testado e comprovado por aqui, rsrsrs.

Segundo estudo da Universidade de Pittsburgh, um beijo da mãe ou pai em um pequeno machucado é tão eficaz quanto um remedinho ou homeopatia para o tratamento da dor.

Foram observadas para 248 crianças que sofreram pequenos tombos ou arranhões em seus braços e pernas. O interessante foi que, as crianças que receberam um beijo da mãe sobre a área da lesão experimentaram alívio da dor mais rápido e mais significativa do que as crianças que não receberam nenhum beijo e, ao invés disso, foram-lhe oferecidos remédios para dor.

Segundo Dr. Francis Campbell, responsável pelo estudo, essa comprovação é um avanço para os pais e um pouco de um tapa na cara para a homeopatia, cujos praticantes alegam pode curar qualquer coisa.

A prévia do estudo recebeu algumas críticas dos homeopatas, que alegam que o remédio leva algum tempo para agir. Isso é verdade. Mas essa questão, na minha opinião, invalida totalmente a necessidade de auto medicação sem necessidade. Sim, por que se um beijo cura, qual a necessidade do remédio nesse caso?

Não tenho dúvidas de que o conforto psicológico proporcionado pelo carinho e amor de um beijo é poderosíssimo!

O estudo completo ainda será publicado na próxima edição meses do The Journal of American Parenting, segundo o The Science Post, que divulgou a matéria acima, em língua inglesa, e o Blog Mamãe Plugada traduziu e adaptou.

OBS: Pessoal, como ressaltado acima, isso é valido para batidinhas e arranhões não sérios. Para batidas graves, por maior amor que exista, beijo não substitui uma visita para opinião médica

(Autora: Marrie Ometto)
(Fonte: mamaeplugada.com.br )

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



1 COMENTÁRIO

  1. crianças precisam de carinho, e mãe e pai são os mais próximos.
    então a familia dando carinho, com certeza as crianças serão mais felizes.
    com certeza o beijo da mãe ou do pai no lugar do dodói, é um santo remédio, sempre fiz isso,
    e sempre deu certo. minhas filhas e netos, vem correndo quando acontece algum machucado, pra eu beijãr.

DEIXE UMA RESPOSTA