Na terça-feira (10/11/2015) um casal gay foi brutalmente atacado quando saia de uma discoteca na cidade francesa de Montpellier. Clément Grobotek e Aaron Cfy foram cercados e agredidos por seis homens. Uma das vítimas, Aaron ficou insconciente durante alguns minutos após o ataque. Os agressores fugiram do local e ainda não foram identificados.

“Estamos em 2015 e os nossos avós já aceitam a homossexualidade. Não entendo como as pessoas podem ser tão limitadas ao ponto de não aceitar e agredir outras pessoas devido à orientação sexual”, declarou Clément ao site 20minutes.

No dia seguinte à agressão, Clément publicou a seguinte mensagem no Facebook:

“Esta noite, fomos insultados e espancados por uns homofóbicos quando saímos de uma discoteca. Como é óbvio  não preciso descrever o medo que senti quando vi a pessoa que amo inconsciente no chão, com a cabeça cheia de sangue. Sou incapaz de descrever o que senti e como me senti impotente. Nós os dois defendemo-nos e eles começaram a bater-nos com mais força! Seis pessoas contra duas, parece que não foi suficiente! Para além de intolerantes também são cobardes! Mas querem mesmo saber? Vocês vão ser sempre impotentes! Vocês podem agredir-nos e voltar a agredir-nos , mas vocês nunca me vão fazer deixar de amar o meu namorado”

A mensagem já foi partilhada mais de 45 mil vezes e já obteve quase 200 mil gostos.

“Talvez sejamos bichas ou homossexuais, como vocês dizem, mas nós não lutamos quando são seis contra dois. Beijos, queridos homofóbicos.”

Devido à popularidade da mensagem o casal francês recebeu milhares mensagens de apoio e várias pessoas decidiram organizar uma marcha de solidariedade de apoio ao casal.

Clément pediu desculpa por não conseguir responder a todas as milhares de mensagens que recebeu e deixou um alerta: “Só quero lembrá-los que, infelizmente, não somos os únicos, todos os dias incidentes desse tipo acontecem! Temos de fazer com que as mudanças aconteçam e mostrar que na França de 2015 nós não vamos aceitar homofobia. Todas as vossas mensagens nos mostram isso! Obrigado do fundo do coração, gostaria de vos abraçar a todos”, escreveu.

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA