A única coisa que todos os seres humanos têm em comum é que cada um de nós quer ser feliz, diz David Steindl-Rast, um monge e estudioso ecumênico. E felicidade, ele sugere, nasce da gratidão. Uma lição inspiradora sobre desacelerar, olhar para onde você está indo, e acima de tudo, ser grato.

E a base vem da nossa vida cotidiana, já que a tal gratidão só dá as caras em situações determinadas: quando nós presenciamos algo valioso e que, ao mesmo tempo, essa oportunidade é dada. Não ficamos gratos por algo que compramos com o dinheiro suado no fim do mês, mas pelo que vem de graça, sem exigir troca alguma. Confira a proposta de Steindl-Rast no vídeo:

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA