O ditado popular que diz “o dinheiro não traz felicidade, manda buscar” e muitas vezes pensamentos do tipo “se eu tivesse mais tempo livre poderia fazer tais coisas que me deixariam mais feliz” acabam por fazer parte do nosso cotidiano e nem sempre nos damos conta da grande interrogação que existe por trás deles: será que sabemos o que verdadeiramente significa felicidade?

Alguns autores, voltados para o campo da Psicologia Positiva, apresentam este termo como sinônimo de bem-estar subjetivo, o que significa uma reflexão quanto à sua própria vida envolvendo seu estilo e qualidade de vida.

Outros relacionam a definição com a extroversão, já que as pessoas com o bem-estar elevado se relacionam melhor com os outros.

A necessidade de pertencer, seja a um grupo familiar, religioso, acadêmico, social é o que permeia o dito bem-estar subjetivo ou também, felicidade.

Além do sentimento de gratidão, a autoestima e a satisfação com a própria vida e escolhas geram um sentimento positivo no indivíduo, tornando-o mais otimista e resiliente para enfrentar as dificuldades que possam aparecer no percurso da vida.

Esta visão é capaz de enxergar além, o que significa fluidez de pensamentos onde o medo, a insegurança ou a desvalorização do amor próprio não são capazes de desestabilizar o indivíduo. No entanto, isso não significa ignorar os problemas, apenas reconhecê-los, entende-los e solucioná-los de forma tranquila.

Tudo isso pode ser (e na verdade é muito) subjetivo e, justamente por isso, durante muito tempo acreditava-se que a felicidade era antagônica à infelicidade, mas não é bem assim. Estar feliz é uma questão de escolha consciente que o ser humano faz, ou seja, é saber escolher o que realmente faz bem para ele como ser social e individual; é respeitar-se a si mesmo. E, consequentemente, o olhar perante a vida muda e fica mais leve.

Leia mais: 5 elementos da felicidade para C. G. Jung

Ainda não há uma definição cientificamente comprovada do que significa felicidade, mas podemos optar (conscientemente a cada dia) pela alegria de viver, ter gratidão por quem somos e por tudo o que temos, não dar aos obstáculos que surgem no nosso caminho mais valor do que eles merecem para não os tornar mais poderosos do que nossa vontade em vencê-los. Seja feliz!

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA