O TEI é um transtorno mental onde existe falha no controle do impulso da agressão gerando ataques de raiva.

Mediante situações percebidas como estressantes o individuo reage de forma desproporcional podendo agredir física e verbalmente as pessoas ou destruir objetos próprios e de terceiros.

O portador reage de forma exagerada, desproporcional, causando constrangimento, prejuízos financeiros e isolamento social. Ele frequentemente é chamado de “pavio curto”.

Sintomas comuns:

– Elevação dos batimentos cardíacos no momento que antecede os ataques de raiva;

– Alivio após as explosões verbais, físicas e destruição de objetos;

Leia mais: A impulsividade e suas consequências

– Sentimentos de vergonha, arrependimento e inadequação após as explosões (embora acreditem que estejam corretos em suas reclamações, percebem que a forma como reagem é ruim)

– Depressão

Comportamentos:

– Ataques de fúria, destruindo objetos (celular, televisores, carros, etc.) e/ou agredindo fisicamente as pessoas;

– Explosões verbais com o uso de palavras de baixo calão (xingamentos);

– Prejuízo financeiro: muitas vezes são responsabilizados financeiramente pelas destruições, perdem empregos, etc.;

– Isolamento social: temendo ter ataques de raiva e/ou por serem reconhecidos como alguém que arruma confusão, isolam-se ou são excluídos de grupos sociais (empregos, escolas, família):

– Prejuízo afetivo: os relacionamentos não duram ou são muito tumultuados com brigas constantes;

– Problemas legais: devido a brigas no trânsito ou em outros locais podem ter problemas com a Justiça.

Relato de estudos

A violência é cada vez mais comum em nossa sociedade ocorrendo nas mais diversas classes econômica e social.

Leia mais:A violência é uma doença contagiosa

Entender os mecanismos que desencadeiam e perpetuam a violência é um desafio para os profissionais da saúde mental.

Nos grandes centros, hospitais e clínicas desenvolvem estudos para propiciar tratamento aos portadores de transtornos que têm a agressão como tema.

Hospital das Clinicas (USP) oferece atendimento gratuito

Atualmente no Hospital das Clinicas, no Instituto de Psiquiatria, estamos disponibilizando tratamento para os portadores do Transtorno Explosivo Intermitente. Médicos psiquiatras e psicólogos disponibilizam atendimento gratuitos com objetivo do controle da raiva e suas consequências.

Grupo de pacientes que apresentam agressividade devido à falta do controle do impulso, onde comportamentos desproporcionais ocorrem, podem contar com essa ajuda. Nosso trabalho é propiciar aos interessados tratamento para que haja uma melhor qualidade de vida.

Local – Hospital das Clínicas – Instituto de Psiquiatria – Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso (PRO-AMITI) FONE: 11-26617805

(Autora: Ana Maria Costa)
(Fonte: www2.uol.com.br )

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



2 COMENTÁRIOS

  1. Moro em BH , meu filho de 9 anos sofre desse transtorno , gostaria de saber se conhecem algum hospital que tratem desses pacientes aqui na minha cidade e ou locais de ajuda ….

DEIXE UMA RESPOSTA