Acabo de publicar um livrinho com o título Perguntaram-me se acredito em Deus… Ele nasceu de uma pergunta que me fez uma senhora, ao final de um debate sobre educação. Essa foi a pergunta que ela me fez: “O senhor acredita em Deus?”

Houve tempo em que era mais fácil acreditar em Deus. Hoje está mais difícil. Até o Papa, na sua visita ao campo de concentração de Treblinka, fez a pergunta que não deveria ter feito: “Onde estava Deus quando esse horror aconteceu?”

Se for levada a sério a pergunta do Papa é uma heresia. Deus não podia estar lá porque, se estivesse, ele não teria deixado aquele horror acontecer. Pois Deus não é amor? E todo poderoso? Se estava lá e deixou acontecer ou não é amor ou não é todo poderoso. Se ele não estava lá então ele não é onipresente. Até o representante de Deus na Terra ficou perturbado com a indiferença do seu Chefe.

Depois do atentado terrorista ao World Trade Center o New York Times publicou um artigo com essa mesma pergunta: Onde estava Deus? Estava lá? Se estava lá, por que deixou acontecer? Fiquei com vontade de escrever um artigo dando uma resposta à pergunta americana: “Deus estava no mesmo lugar onde estava quando a bomba atômica foi lançada sobre Hiroshima…”

Dietrich Bonhoffer, pastor protestante que foi enforcado por haver participado de um frustrado atentado para assassinar Hitler – ( Às vezes não há como fugir: ou matar um único, para que muitos não sejam mortos, ou, para preservar a pureza pessoal, não matar esse único e deixar que milhares sejam mortos; por vezes a inocência é mais criminosa que o crime… ) – lutou com essa pergunta: “Onde está Deus?” Sua resposta foi simples: “Ele está aqui mas não é todo poderoso; Deus é fraco…”

Se Deus existe e é forte, como perdoá-lo por permitir que acontecesse o que não deveria ter acontecido? Mas se Deus é fraco ou não existe, então é possível perdoá-lo e amá-lo. Aí choraríamos e diríamos: “Se Deus existisse ou fosse forte isso não teria acontecido…”

Mas eu não disse nada disso para a senhora. Apenas perguntei de volta, pedindo um esclarecimento: “Qual? Há tantos deuses… Os homens ferozes e vingativos imaginam um Deus feroz e vingativo que mantém, para sua própria alegria, uma câmara de torturas chamada Inferno onde se vinga dos seus desafetos por toda a eternidade. Há o Deus jardineiro que criou um Paraiso e mora nas árvores e nas correntes cristalinas. Há o Deus com alma de banqueiro que contabiliza débitos e créditos… Há o Deus da Cecília Meireles que se confunde com as águas do mar azul… Há o Deus erótico que inspira poemas de amor carnal… E há também o Deus criança de Alberto Caeiro e Mário Quintana. Qual deles?”

Ela ficou em silêncio, meio perdida. Acho que ela nunca havia pensado no que lhe disse. Então lhe respondi com os versos do Chico:

“Saudade é o revés do parto. É arrumar o quarto para o filho que já morreu”.

E perguntei: Qual é a mãe que mais ama? A que arruma o quarto para o filho que chegará amanhã ou a que arruma o quarto para o filho que nunca chegará?” E acrescentei: “Sou um construtor de altares à beira de um abismo. Construo meus alteres com poesia e beleza. Os fogos que acendo nos meus altares iluminam o meu rosto e aquecem o meu corpo. Mas o abismo continua escuro e silencioso…”

(Fonte: www.revistapazes.com)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



4 COMENTÁRIOS

  1. Por isso Jesus disse que o Reino do Céu é dos humildes e dos pequeninos. A nossa capacidade intelectual está tão distante dos mistérios Divinos que qto mais inteligentes e cultos, menos entendemos estes mistérios. Buscar Deus na lógica é procurar agulha no oceano, Ele não tem nada de convencional, sem Ser contraditório. Justo por isso os humildes têm mais facilidade de chegar mais perto de Deus, pois eles não questionam, não cobram e não duvidam. Mas ser humilde, não é necessariamente ser analfabeto ou inculto, mas ter grandeza espiritual suficiente para crer sem ver. Eis ai o grande segredo, priorizar e evoluir nas grandezas que nos trazem a verdadeira racionalidade, e consequente felicidade. Ou tem quem duvide que a busca incessante e paranóica pelo desenvolvimento profissional comprometem os relacionamentos conjugais e familiares numa ótica no atacado?. Pergunte às esposas e aos filhos dos CEO das grandes empresas se isso é verdade?. São jovens ricos, filhos de pais separados, presas fáceis da depressão, das drogas e das orgias. Evidente que toda regra tem suas excessões.

  2. Deus não deve ser questionado dessa maneira…Ele é Deus, é supremo, Ele é maior do que as suas indagações.Mas quero lhe dizer, todas essas tragédias já eram previstas por Deus e está na BÍBLIA (Mateus24:06)E vós ouvireis falar de guerras e rumores de guerras, todavia não vos desespereis, porque é preciso que tais coisas ocorram, mas ainda não será o fim”. “E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará”.(Mt24:12)

  3. Sim, com certeza Deus estava presente em todos esses lugares, e Ele estava permitindo cada ação, cada maravilha e cada desgraça! E cada ser terá uma nova chance e terá um novo livre arbítrio.
    VC nunca se perguntou por que sua vida é tão perfeita, VC nasceu em uma família, teve escola, vacina, médico, enfim tudo! E aquele que nasce em alguns paises da África, sei lá, vamos dar exemplo do Haiti. O que fizeram para nascer com aquela vida? Qual merecimento?
    Todo merecimento! Uma nova chance, chance de crescer, de se iluminar.
    Eu não sou iluminada, estou muito longe disso, aliás o contrário disso. Mas creio em um Deus justo e poderoso, que jamais se esquece de nada e de ninguém, e que tudo vê,que tudo pode e que nada acontece sem Sua permissão! É nEle que creio e adoro!! Que jamais me abandonou.

  4. Fé é a adesão de forma incondicional a uma hipótese que a pessoa passa a considerar como sendo uma verdade sem qualquer tipo de prova ou critério objetivo de verificação, pela absoluta confiança que se deposita nesta ideia ou fonte de transmissão.
    Humildade de facto não tem a ver com capacidade financeira ou habilitação ou graduação académica. Tem a ver com o poder de encaixe com atrocidades que acontecem debaixo do nosso nariz e que ir ” fé” tudo está explicado .
    De facto, admiro quem tem fé! Porque sim é preciso ter coragem pra ter sempre a mesma desculpa para tudo o que acontece de ruim !

DEIXE UMA RESPOSTA