Você não entende como não começa um relacionamento, como não se apaixona novamente, como não muda de vida. Reclama da ausência de opções. É bonita, inteligente, divertida.

Minha hipótese é que não abandonou o passado. Mantém flertes com o ex indiferente, ou continua saindo com sujeito que jamais assumirá o romance. Raciocina que, enquanto não vem o escolhido, o príncipe, pode se entreter com velhas paixões.

Mas todos pressentem quando uma mulher está enrolada, todos intuem o caso mal resolvido, e não se aproximam. Não virá ninguém para espantar os corvos e dissolver essa atmosfera pesada de Prometeu. É trabalho em vão soterrar o precipício. Mulher desinteressada é impossível. Ninguém ousará quebrar o monopólio de sua dor.

Você cheira a encrenca, cheira fidelidade a um terceiro. Seus ouvidos estão lentos, sua boca paira em distante lugar, seus olhos se distraem seguidamente. Não tem brilho na pele, porém tensão nos ombros. Sua respiração é um poço de suspiros.Vive ansiosa por notícias, por reatos, mensagens. Não presta atenção, não se entrega para as casualidades.

Quem enxerga fantasmas não vê os vivos.Não dá para começar um novo amor sem abandonar os anteriores. Errada a regra que a gente somente esquece um amor antigo por um novo. Está com o corpo fechado, costurado, mentindo que já não sofre mais com as cicatrizes.Espera herança, não sai para trabalhar ternuras. Mendiga retornos, não cria memória. Sua nudez não responde ao pedido da curva. Nem balança com a música favorita. Está tomada do carma, do veneno, do ressentimento.

Pensa que está bem, mas está em luto. Uma mulher em luto não permite arrebatamentos, afasta-se na primeira gentileza que receber, recusa a prosperidade das pálpebras piscando nos bares e restaurantes.

Você nunca vai encontrar seu namoro, seu casamento, sua paz, se não terminar de se arrepender. É preciso guardar o máximo de ar, ir ao fundo, descer na tristeza e nadar para longe dela.

Não amará outro alguém sem solucionar pendências, sem recusar o homem que não a merece, o homem que não vai embora e tampouco fica.

Não amará outro alguém sem abandonar algumas horas de alívio em motéis.

Não amará outro alguém se não bloquear as recaídas, se insistir em ressuscitar as promessas. Uma mulher nunca será inteira se mantém romances quebrados.

Nunca estará presente. Nunca estará aqui.

Entenda, minha amiga, só ama quem está disposta a ser amada.

(Autor: Fabrício Carpinejar)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



17 COMENTÁRIOS

  1. Não arrumo namorado por que sou feia.Quando eu era adolescente e levava foras achava que as coisas melhorariam com o tempo,só que não melhoraram,por que eu não melhorei,era feia e continuo feia.E continuei levando foras,ouvindo piadas sobre minha aparência(tanto de homens quanto de mulheres),sendo rejeitada…até que chegou a hora que cansei.

    • Sarah, entendo que se sinta assim, pois nunca lhe deram uma chance e ainda te colocaram para baixo.
      Mas primeiro quero que saiba que não existe ninguém realmante feio neste mundo; porque oque nos faz bonitos de veradade é nossa essência, nossos valores e nosso coração.
      Invista em você, esqueça o passado,arrume sua casa por dentro e por fora.
      Se maqueie, se ame, se curta.
      Cultive sua inteligência, faça a diferença, seja especial.
      Confie em você e em Deus e não deposite a sua felicidade nas mãos daqueles que não souberam te enxergar.
      Conheço mil pessoas com necessidades especiais, outras com doenças graves e outras tantas não tão atraentes; mas resolveram serem felizes e escolheram se sentirem assim.
      Estão com alguém sim, que lhes enxergaram além de uma aparência e sim como pessoas que tem muito a oferecer.
      Siga em frente e corra atrás de seus sonhos.
      Seja feliz porque assim como todos, você também merece ser.
      E acima de tudo coloque Deus em sua vida, confie, peça e receba todas as bençãos a ti destinadas.
      Abraços!!

    • Que coisa horrível de dizer sobre você mesma. Não faça isso. Aprenda a se amar primeiro e a cuidar de você. Não leve os outros em consideração. Quem te merecer vai se aproximar de você quando perceber que você se ama. O que os outros dizem não interessa.

    • Sarah, também me sinto como você. Igualzinho. Mas as pessoas não perdoam, não se importam em te magoar com as piadinhas. Tenho ensino superior, especialização e mestrado. Concursada com um salário de 7 mil reais. Tenho feito terapia. Posso ter melhorado minha auto estima, mas não adianta. Não trago a beleza comigo e sorrir como se vc se sente rejeitada? Cheguei a um ponto em que prefiro o isolamento. Até amigas tá difícil, só te procuram quando precisam da tua carona. Sorte de quem tem beleza. Muda tudo. Pode ser do pior nível, mas sempre alguém se interessa por você. Ser feia é um martírio.

  2. Uma hora cansamos mesmo, de tantos foras, de passar uma juventude inteira sozinha achando que as coisas podem melhorar. Concordo plenamente com o texto, porém muitos tem sua particularidade, que acaba saindo fora desse contexto que engloba também muita gente.

  3. Sarah, me identifico com o seu relato. Confesso que já transitei pelos dois lados… Já me senti muito feia, não me relacionava com ninguém. Era insegura com minha aparência, morria de vergonha por ser muito alta e esquisita, tinha acne grau 4, dentes que me impediam de sorrir, enfim… Passei toda a minha adolescência me escondendo. Até que aos 21 anos eu me dei conta de que eu concordava com tudo de ruim que as pessoas diziam sobre mim, e pensando assim eu estava dando poder a elas de regerem a minha vida. Resolvi tomar as rédeas, mudar o q realmente me incomodava (por mim e pra mim) e aos poucos fui trabalhando minha aparência e a auto estima… Hoje posso dizer que atraio vários olhares. Tenho orgulho dos meus 1,76m q tanto me incomodava. Mudei o q eu pude mudar e aceitei o q não pude. Ainda resta resquícios da imagem negativa que eu tinha (minha psicóloga diz q tenho a síndrome do patinho feio). Mas só mudei quando olhei pra dentro de mim. Vc tem que acreditar primeiro que pode ser sisne.

  4. Em relação a se sentir feia, esse é um problema mais interior do que exterior. A beleza de uma mulher não está apenas em sua aparência. Ela pode ter bom humor, ser inteligente e interessante. Pode ter elegância, educação e vários outros atrativos. Mas se você se sente feia, permita-se mudar, trocar o estilo de roupa, mudar o cabelo, emagrecer, fazer um tratamento de pele. Procure ajuda nesta área de estética. Isso não é pelos outros, é por você. Se você se sentir bonita, ficará mais confiante e se abrirá mais para conhecer novas pessoas. Outra coisa, busque sair mais, ir em lugares diferentes, programe uma viagem com grupos de solteiros. Assim você terá um maior círculo de conhecidos, o que facilitará um possível relacionamento.

  5. Olá Meninas !

    Sarah, também me identifico com a sua fala , beleza nesse mundo de imperfeitos é tudo !!! Tenho nível superior, sou especialista na minha área , sou concursada … mas estou sempre sozinha , sou alta e muito magra , peso 42 quilos e tenho 1,72 , não tenho corpo bonito e atraente , uso roupa infantil com quase trinta anos e aguento um monte de gente rindo o tempo todo , incluindo família . Amigos?? amigas ?? não, não tenho !!!!cada dia me escondo mais e prefiro o silencio dói menos .

  6. Não concordo com nada dito na matéria! Sou muito bem resolvida com o passado e o presente, e não consigo um relacionamento bacana. Apenas homens casados ou que apenas querem sexo.

    • Simone, eu passo pela mesma situação. Apesar de eu ainda ter muito trauma de situações do passado, eu saberia lidar bem com isso ao conseguir um homem bacana que quisesse coisa séria. Eu pensava que ocorria só comigo, alguma atitude errada que eu tivesse tendo, ou dando liberdade descabida. Mas apenas homens comprometidos me procuram. E homens que só querem sexo. Já entrei em situação de desespero. Hoje me vejo completamente sozinha quando tomei a iniciativa de tira-los de minha vida. Nenhum homem chega em mim, mesmo eu sendo altamente atraente e inteligente (estudo muito, leio muito e sou bastante desenrolada em conversar sobre qualquer coisa e também sou bastante educada) e recebendo elogios todo tempo. Eles conversam comigo algumas vezes e aí termina, ou no sumiço por falta de assunto, ou na insistência em querer uma noitada. Não saio de casa mais, apenas passo o dia estudando, evito me expor nas minhas redes sociais e não cultivo mais amizades masculinas só pra tentar diminuir o assédio. Recentemente me afastei de um conhecido e ele ficou bravo comigo, mas foi necessário. O cara é casado, diz que gosta de mim mas não vai separar e ficava correndo atrás de mim todo tempo atrapalhando meus estudos e minhas ocupações diárias. Precisei cortar, pois eu não queria nada dele, apenas amizade. Mas ele forçava. Já tentei até mesmo tirar minha vida pois essa condição que vivo, esse assédio descontrolado desse tipo de pessoa já chegou no limite para mim.

    • Eu também não concordo com o texto Simone. Ja tive um casamento, mas depois só achei pessoas “erradas”. No começo achei que pudesse ser os lugares que frequentava, mas nem mudando de turma ou programa, consigo achar alguém bacana. Os homens são pouco interessantes e bastante interesseiros.

  7. Não é somente a feiura que impede alguém de conseguir um par. Infelizmente no Brasil, as pessoas vão pela aparência. Eu por exemplo, sou deficiente físico, tenho nível superior, sou inteligente, simpática e ganho muito bem, mas os homens sequer olham para mim, pois meu físico não atrai olhares ou causa inveja em outros homens por estarem comigo. Infelizmente o Brasil é um país hipócrita e preconceituoso, que finge ser livre de sentimentos inferiores.

  8. Não costumo deixar minhas opiniões, mas nesse caso não resisti! Para todas vocês que disseram se perceber ou ser feias, isso realmente não é determinante!
    Eu, ao contrário, sei que sou uma mulher linda de rosto e de corpo, por dentro e por fora, sou uma pessoa que valoriza as coisas boas, sem vicio, ligada de forma positiva na família e bla bla bla… Em resumo, fui traída por todos os meus namorados incluindo meu noivo e desde então há mais de 6 anos solteira! Por um tempo foi por opção, mas atualmente não mais é mesmo assim não aparece ninguém!
    Sigo confiante em quem sou e não no que aparento, creio em Deus e escolho sempre o que me fará feliz!
    Boa sorte a todos nós, por que em um mundo tão superficial quem tem um coração que sente é rei!

  9. Será que sou o único homem que leu o texto da matéria? Imagino o quão frustrante deve ser para as ´feias´não conseguir um relacionamento e para as ´lindas´só decepções amorosas. Acho que beleza é uma questão de ponto de vista, como foi falado por vcs, meninas. E não há conselhos da minha parte, nem elogios, nem difamações, nem preconceitos, nem opiniões masculinas sobre o assunto. Apenas a satisfação de poder saber um pouco mais sobre como vcs pensam e das experiências que compartilharam.
    Obrigado! 😉

  10. Tenho 26 anos e nunca namorei. Acho que o problema principal foi a religião, pois nunca aceitava convites para sair com minhas amigas e amigos de colégio, depois tudo se repetiu na faculdade e agora no trabalho; desenvolvi certos bloqueios e não sei como me envolver. Além disso não sou muito atraente e criei uma imagem de “boazinha”, me dou super bem com homens, mas apenas como amiga, e percebo que parou de surgir oportunidades. Eu sempre fugia de qualquer homem, colocava tudo na amizade, por causa da religião e dos medos que desenvolvi e porque queria casar virgem; então estava esperando a pessoa certa. Mas agora não aparece mais homem nenhum, e quando aparece é casado, pois não saio e só vejo homens no ambiente profissional. Além disso agora tem o problema da idade, pois quando encontro algum rapaz solteiro descubro que é novo demais para mim, parece quase impossível encontrar alguém mais ou menos da minha idade que esteja solteiro e que me leve a sério. Desperdicei todas as chances boas por ser religiosa e sonhadora demais e agora não aparece nenhuma chance.

  11. Eu acredito que encontrar um parceiro bacana envolve sorte e níveis de tolerância, e acredito tb que vários pontos mencionados pelo texto e pelos comentaristas tem sentido. Vamos por partes…

    1) Sem dúvida, para algumas mulheres, o fato de não se enquadrar nos padrões de beleza atual pode dificultar esse encontro, mas tampouco isso é determinante. Por outro lado, como foi mencionado aqui, beleza não é tão relativo assim (O que importa é a beleza interior! Será mesmo?), sejamos sinceros; temos padrões culturais que determinam o que é belo e o que é feio, é um fato. Contudo, isso deveria figurar como adjetivos tão somente, não como ofensas ou pré-julgamentos. O mesmo passa qdo adjetivamos alguém de gorda (o), a pessoa é gorda ou é magra, uma característica, ela não deveria se sentir “ofendida” (sim, eu sei q não é tão simples pq vivemos numa cultura que tem horror à gordura, mas há de se lutar contra isso). Apesar disso, podemos tb encontrar outras maneiras de nos mostrar atraentes e interessantes, apesar da feiura – e, sinceramente, eu conheço mais gente feia acompanhada que gente bonita. Tem muita gente feia por aí (não estou usando o adjetivo de maneira pejorativa), que busca se “cuidar” mais e tentar alcançar o mínimo que seja o padrão estabelecido, como tem gente feia que não faz nada (um direito delas tb). Bom, resumindo, se vc acha que ser feio é algo negativo, uma ofensa, busque superar essa característica, pq tem mta gente feia que não se importa com isso e consegue parceiro numa boa, pq aí tb conta uma boa dose de auto-estima.

    2) Muitos homens (mulheres tb!) buscam parceiras bonitas fisicamente – o que não acho errado, pois cada um tem seu critério de escolha -, mas nem todos.

    3) Vivemos outros tempos, e cada vez mais pessoas (homens e mulheres) não querem relações compromissadas.

    4) É igualmente verdade que mtas mulheres atraem quase somente homens comprometidos, e penso que isso tem a ver com alguns fatores, principalmente a idade da mulher (as consideradas “solteironas”, p. e.) e estado civil (mulheres separadas ou divorciadas e/ou com filhos tem mais dificuldade de encontrar parceiro, a meu ver). Vivemos numa sociedade machista, infelizmente.

    5) Outro fator (e esse se adéqua a minha pessoa) é a exigência. Hj não queremos mais qualquer pessoa ao nosso lado, só para não estar só. As mulheres estão mais independentes (financeiramente e emocionalmente), com mais escolaridade e com vários planos/projetos que não se resumem somente ao casamento. Eu, p. e., poderia ter um namorado agora, mas não aceito um montão de coisas que várias outras mulheres aceitam, como machismo, conservadorismo e etc. Nesse sentido, concordo totalmente com um cometário aqui que diz que os homens estão desinteressantes, e estão mesmo. Nós estamos evoluindo, e muito, e eles ainda resistem a isso e estão ficando pra trás. Por isso digo que, nesse contexto, a sorte conta bastante, a sorte de encontrar alguém bacana de verdade e interessante nessa multidão de homens machistas e insossos; eles existem, mas são poucos e mtos já tem suas companheiras de vida.

    6) Por fim, acho q o texto toca somente em um aspecto, particular de algumas poucas mulheres. Não conseguir um namorado, como foi mencionado por várias pessoas aqui, envolve vários fatores.

  12. Beleza é relativo. A beleza está sim nos olhos de quem vê.
    Não existe ninguém feio, mas sim pessoas que não se cuidam por dentro nem por fora. Pessoas que tem baixa estima, ou bloqueiam qualquer tipo de tentativa de contato. Assim é difícil ser “bonito (a)”.
    É preciso gostar de si mesmo para que alguém também goste de você.

DEIXE UMA RESPOSTA