Você já reparou como as pessoas reagem de maneiras diferentes às adversidades?

Enquanto para algumas é fácil elaborar, aceitar e superar um momento difícil, para outras, o mesmo acontecimento pode traumatizar, paralisar, joga no fundo do poço.

A palavra-chave para explicar tamanha diferença no modo de viver a vida é resiliência.
Nunca ouviu falar?

Resiliência é um termo que deriva da física e se refere à capacidade de um material absorver grandes impactos de temperatura e pressão, podendo se deformar, mas voltando a sua forma original, sem danos.

Na psicologia resiliência é uma característica das pessoas capazes de reagir positivamente aos acontecimentos traumáticos da vida.

Se não escolhemos ou não somos responsáveis por muitos dos problemas que vivemos, podemos escolher a maneira de resolvê-los.

A resiliência é uma atitude mental que lida de forma favorável com as adversidades. É a capacidade de enfrentar e superar situações difíceis e sair delas fortalecido e transformado positivamente.

A pessoa resiliente não tapa o sol com a peneira e nem faz o jogo do contente como a menina Poliana, no livro de mesmo nome. Em uma situação difícil como o luto, por exemplo, quem é resiliente sofre e se entristece com a perda, mas depois elabora e aceita a situação, se readapta e volta a investir na própria vida.

Saiba mais sobre pessoas resilientes:

  • Têm uma visão positiva de si mesmas. São autoconfiantes e determinadas;
  • Sabem lidar de forma adequada com emoções intensas e dolorosas. São flexíveis, otimistas e encaram os momentos difíceis como um desafio a ser superado;
  • Conseguem controlar seus impulsos;
  • Têm uma boa rede de relacionamento, pois sabem que amigos e família podem ajudar a superar momentos difíceis. Não escondem sua dor e não se negam a pedir ou receber ajuda;
  • Aprendem com o passado tirando lições das experiências dolorosas já vividas e focalizando nos aspectos que ajudaram a superá-las.

As pessoas não resilientes se fragilizam frente a uma dificuldade e permanecem presas em sua dor, na raiva e na incapacidade de estruturar um novo projeto de vida.

São pessimistas e veem o copo sempre meio vazio.

A boa notícia é que com esforço, disciplina e aprimoramento dos recursos internos é possível desenvolver a resiliência.

A psicoterapia pode ajudar!

 

(Fonte:psicoafins.com.br)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA