Dois amigos se encontram e um diz para o outro:

– Você já conheceu meu galinheiro novo?

– Não, respondeu o amigo.

– Vamos lá que eu tenho o maior prazer de lhe mostrar!

Ao chegarem em um sítio, o criador de galinhas foi logo mostrando as inovações tecnológicas introduzidas no aquecimento e na distribuição de alimentos para suas galinhas, dentre outras coisas.

O amigo ficou fascinado pela organização do galinheiro quando, de repente, se assustou ao ver uma águia adulta, comendo como se fosse uma galinha. Imediatamente falou:

– Amigo, aquilo ali é uma águia?

Leia mais: Quem sou? – Rubem Alves

O outro, retrucou:

– Não, aquilo foi uma águia, hoje é uma galinha.

– Mas como amigo? É uma águia adulta!

– Olha, eu achei esta águia filhote perdida na mata e não tinha onde coloca-la. Aí resolvi cria-la no galinheiro e ela tornou-se uma galinha. Condicionou-se, acostumou-se a ser galinha e não tem nada que a faça deixar de agir como galinha.

– Não acredito!

– Acredite! Olhe lá! Ela come milho, não voa e é grande amiga das galinhas.

– Mas amigo, o instinto de uma águia é de comer galinhas e voar alto!

– Esta aí não! Já lhe disse que ela não voa e é amiga das galinhas.

O amigo revoltado com a situação presenciada disse:

– Posso fazer um teste para ver se ela voa?
– Lógico, à vontade!

Leia mais: Um jeito simples de saber o que realmente importa para você

Colocou a águia no braço e disse:

– Você é uma águia e seu instinto é voar e ser livre e feliz! Voe!

Contudo, nada! A águia pulou para o chão e voltou a comer milho, ficando pendurada num poleiro de madeira.

O amigo tentou várias vezes até que desistiu.

– Eu não me conformo com o que estou vendo!

– Conforme-se, amigo. Já lhe disse, ela nasceu para ser águia, para ser feliz e voar alto, mas se condicionou a ser galinha, o que posso fazer?

– Vamos leva-la para o topo daquela montanha, você concorda?

– Tudo bem! Vamos lá!

Ao chegarem ao topo do monte, o amigo do criador repete o mesmo procedimento usado no galinheiro, não conseguindo nada.

O criador voltou a repetir:

– Não lhe disse?! Ela foi uma águia, hoje ela tornou-se uma galinha.

Leia mais: Atenção às escolhas: elas modelam nossas vidas

O amigo olhou para a águia e disse:

– “Vou joga-la lá em baixo. A opção é sua. Ou você abre as asas, voa e cumpre a sua destinação evolutiva(empática) ou você sofrerá com a queda por teimar a insistir em ser galinha”.

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA