Em uma das mais recentes entrevistas, o renomado escritor paraibano traz poemas e referências literárias para apresentar suas ideias para Eric Nepomuceno, no programa Sangue Latino.

“Se eu não acreditasse em Deus, seria um desesperado”. A frase foi dita pelo grande escritor Ariano Suassuna, falecido em 2014, aos 87 anos. Essa e outras declarações fazem parte de uma entrevista que o dramaturgo paraibano, autor de obras como Auto da Compadecida, concedeu a Eric Nepomuceno, no programa Sangue Latino.

Durante a conversa, Suassuna traz poemas e referências literárias para apresentar suas ideias sobre Deus e o sentido da vida. Entre uma reflexão e outra, o escritor recita o poema de Leandro Gomes de Barros: “Quem foi temperar o choro e acabou salgando o pranto?”.

Veja esse vídeo com Ariano Vilar Suassuna, que foi um dramaturgo, romancista, ensaísta e poeta brasileiro e formado em Direito.

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here