Às vezes estamos em um ritmo tão acelerado e automático que acabamos achando que “estar estressado” é o nosso estado “normal” de ser.

O nosso corpo e mente não são sutis. Eles estão constantemente enviando sinais. Às vezes ouvimos e: comemos quando temos fome, bebemos quando temos sede, e de preferência dormimos quando cansados. Mas será que somos tão sensíveis quando a causa do nosso desconforto é o stress?

Eu já tive mais de uma paciente que no início do acompanhamento comigo referiu não sentir fome, sede ou vontade de ir ao banheiro. Na maioria das vezes, quando o nosso corpo e mente estão desesperadamente tentando nos desacelerar, nós fingimos não ouvir. Apesar disso, os sintomas de estresse são altos e claros. Você sabe quais são?

Aqui estão os dez principais sintomas de stress:

1. Insônia

2. Dores de cabeça

3. Dor no pescoço / dor nas costas

4. Pressão arterial elevada

5. Falta de ar

6. Problemas gastrointestinais (prisão de ventre, diarreia, gases, dor abdominal, azia, refluxo)

7. Irritabilidade

8. Fadiga

9. Irregularidades menstruais

10. Choro

Você tem algum destes sintomas? Se sim, seja honesta consigo mesma. O que você faz quando você experimenta qualquer um deles? Pára, pensa sobre possíveis causas para os sintomas e cuida melhor de si mesma? Ou você simplesmente toma um comprimido?

Se você pesquisar os medicamentos mais vendidos, irá perceber que quase todos eles são direcionados a tratar exatamente esses mesmos sintomas de estresse. Isso só pode significar uma coisa.

Nossos corpos estão fazendo o melhor que podem para nos enviar um sinal claro de que não estamos fazendo um bom trabalho cuidando de nós mesmas. Este é o significado de nossos sintomas de estresse. Mesmo assim, tratamos os sintomas com medicação, em vez de gerenciar nosso estresse.

Uma dor de cabeça? Ibuprofeno ou paracetamol. Fadiga? Café, chá ou uma bebida energética. Sintomas gastrointestinais? Antiácidos ou inibidores da bomba de prótons. Estes vários comprimidos funcionam. Eles fazem sintoma melhorar ou desaparecer completamente. Certo?

Porém, o que falta nesta equação é a noção de prevenção do stress. Fazer um sintoma desaparecer  temporariamente não é o que seu corpo precisa. O que ele realmente precisa é que você descubra por que esse sintoma está acontecendo em primeiro lugar, ou seja, qual é sua causa.

Quando você tem uma dor de cabeça de tensão, o seu corpo está lhe dizendo que ele precisa de alguma coisa: mais sono, ou menos ansiedade sobre seu trabalho ou de mais atenção na sua vida pessoal. Quando você tem uma digestão ácida por exemplo, precisa de menos cafeína, dias de trabalho mais curtos e mais divertidos.

A próxima vez que você experimentar algum desses sintomas, pare e ouça. Antes de correr para o seu armário de remédios ou para sua farmácia local, perceba que seu corpo está tentando lhe dizer alguma coisa. Então, ouça e aprenda.

(Autora: Marcella U. Weigert, sou médica, coach em saúde integrativa e apaixonada por yoga e suco verde.)

(Fonte: http://dramarcellauliana.com.br)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA