As nossas emoções são o reflexo de todo o nosso sistema nervoso e, quando não são geridas eficazmente, podem condicionar toda a nossa vida pessoal, profissional, social e afetiva. Quando conseguimos identificar e lidar com as emoções negativas, ganhamos um maior domínio sobre nós próprios e sobre as situações com que lidamos, conquistando uma maior tranquilidade, autoconfiança e agilidade na forma como vivemos o dia-a-dia.

O que são emoções negativas?

As emoções negativas podem ter origem interna (na nossa mente) ou externa (em acontecimentos ou conflitos), podem inter-relacionar-se e uma pode desencadear a outra. Independentemente da sua originem, as emoções negativas refletem-se normalmente em ansiedade, exaustão, stress, raiva, inveja ou ciúmes, e condicionam a forma como percecionamos a realidade e o modo como reagimos às adversidades.


Podendo surgir em momentos de perigo real ou simplesmente imaginário, as emoções negativas manifestam-se em diferentes graus de intensidade, sendo que os sintomas e as nossas reações serão proporcionais à grandeza que conferirmos a cada momento e emoção.

As emoções negativas são mais do que emocionais

Psiquicamente, e de acordo com a emoção manifestada, podemos apresentar um estado de apatia, desinteresse e de pessimismo, mas também há emoções que elevam significativamente a nossa energia e o nosso estado de alerta e atenção.

Fisicamente, dependendo do nível da emoção, pode mesmo dar-se um esgotamento físico, com alterações fisiológicas que dificultam o controlo da pressão arterial, dos níveis de glicose no sangue e até mesmo a estabilidade do sistema imunitário.

As emoções negativas têm fortes consequências no organismo, acelerando o batimento cardíaco, e trazendo dores de estômago, medo intenso, transpiração, tremores, angústia, dores de cabeça, vómitos e confusão mental, entre muitas outras reações.

E quando as emoções negativas condicionam a socialização?

No convívio social, a falta de controlo sobre as emoções negativas pode levar ao isolamento das pessoas e de situações que são potencialmente geradoras de stress, afetando assim a nossa socialização e o nosso desenvolvimento pessoal e profissional.

Dependendo da emoção que cultivamos, podemos reduzir o nosso nível de cooperação com os outros, provocando o afastamento e até mesmo diminuir o nível de confiança que temos nos outros. Num ambiente profissional ou social, esta tendência pode originar as mais diversas consequências, existindo mesmo relatos de pessoas que, fruto da sua incapacidade de gerir as emoções negativas, chegaram a ser demitidas ou viram ruir importantes relações afetivas e familiares.

Como gerir as emoções negativas?


Não é fácil gerir as emoções negativas. Mas também não é impossível. Especialistas em psicologia e neurologia consideram que bastam apenas alguns detalhes para que sejamos capazes de gerir e neutralizar as emoções que, ao longo do dia, nos parecem menos agradáveis:

(Fonte: estadozen.com)

Compartilhar
Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA