Ter ansiedade é algo comum, todos sentimos ansiedade em determinada época, seja na conquista de um novo emprego, em um novo dia na escola nova, prestes a realizar uma viagem, conhecendo gente nova. Acontece que quando essa ansiedade fica crônica e se manifesta nas mais corriqueiras situações diárias, é preciso prestar atenção e em muitos casos buscar ajuda de um médico ou da psicoterapia.

Neste texto, o Fãs da Psicanálise listou 10 coisas que pessoas ansiosas fazem por conta da ansiedade, mas quem está ao redor não percebe:

1. Não aceita convites mesmo quando tem vontade de aceitá-los:
Quando existe uma ansiedade que priva a pessoa das coisas mais comuns, um convite é algo ameaçador e não há possibilidade do ansioso resistir à não manter distância.

Aceitar um convite é reconhecer que uma situação nova está prestes a acontecer, que haverá preparativos como: comprar presente se for uma festa, escolher roupas, descobrir o local do encontro, saber quem estará…

São tantas nuances de situações inusitadas e novas, que o ansioso sente um turbilhão de emoções e acredita que como não consegue administrar o que sente, será um peso para quem o convidou, então acaba desistindo do convite.

2. Ficar obcecado por coisas que ninguém dá tanto valor:
O estado de ansiedade é tão marcante que o ansioso transforma qualquer acontecimento em algo de muita importância. Para ele o fato de ter algo para fazer já é um tormento.

Um exemplo: quando o domingo chega e a pessoa sabe que terá uma consulta médica na segunda-feira, o ansioso não tem uma boa noite de sono, ele fica pensando com qual roupa irá à consulta, o que dirá ao médico, quanto tempo terá que ficar na sala de espera. Provavelmente esses pensamentos obsessivos derivam de um estado de ansiedade muito forte, convém buscar ajuda especializada.

3. Insônia e sono leve, mesmo cansado:
Geralmente os ansiosos sentem muita dificuldade para dormir. Ocorre que eles não relaxam, não esperam que o amanhã aconteça para que possa enfrentar os fatos. O ansioso tem seu pensamento no futuro, com isso ele fica imaginando situações que talvez nem ocorram, mas na cabeça dele já existem soluções para as mais diversas ocasiões.

Detalhe, o ansioso sempre acorda antes do relógio despertar, ele sempre está desperto.

Leia Mais: “O que REALMENTE significa ter ansiedade” – o texto mais extraordinário que já li sobre o tema

4. Seja qual for a situação, sempre acredita que o pior ocorrerá:
Para um ansioso, tudo de pior pode acontecer, basta que se faça algo. Ele não tem dúvidas que algo ruim com certeza acontecerá, mesmo que depois de algo bom, por isso já planeja todas as formas necessárias de se salvar frente a um desastre. Realmente ele está convencido que somente ocorrerá o pior. Se ficar doente, terá que se internar; se for viajar, o avião cairá… a lista é enorme.

Não julgue mal o ansioso, tente compreender o quanto sofre alguém que não sabe lidar com imprevistos naturais da vida, o pânico está sempre presente na vida do ansioso e lhe priva de muitas experiências.

5. Conversas incômodas são esquecidas:
O ansioso pode parecer fugir de conversas sérias, na verdade ele detesta se meter em discussões, não participa de debates e prefere ficar a maior parte do tempo quieto e isolado. Há aqueles ansiosos também que numa conversa, fazem um longo discurso de tudo de pior que poderia acontecer caso a situação elucidada por outra pessoa for escolhida, o ansioso não mede esforços para colocar no lugar aquilo que nem fora do lugar está.

6. Ao ser questionado com um simples “você está bem?”, o ansioso percebe um caos:
Durante um ataque de ansiedade se alguém pergunta se está tudo bem e mostra alguma preocupação, isso algumas vezes pode piorar a ansiedade. Na mente do ansioso, se alguém lhe pergunta se ele está bem é porque provavelmente acha que algo não vai bem, e mais: sabe os motivos de algo não estar bem.

7. Uma mensagem não lida, desencadeia culpa:
Ele sempre acha que fez algo de errado e que um amigo ou familiar pode estar magoado com algo que disse, por isso ficar sem resposta para uma mensagem ou ligação é algo extenuante para o ansioso.

Quem não é ansioso geralmente consegue aguardar pela resposta à uma mensagem e não fica obcecado procurando respostas para o atraso. O ansioso não, para ele a pessoa não responderá nunca, uma hora é uma vida.

8. Compara a sua vida com a de pessoas da mesma idade:
Para o ansioso é muitas vezes é essencial saber como está a vida das outras pessoas, por isso passa muito tempo no Facebook. Não é porque ele é fofoqueiro ou curioso apenas, acontece que ele quer se ver inserido no contexto. Se a maioria das pessoas tem a vida parecida com a dele, então consegue relaxar um pouquinho, mas se a vida dos outros é colocada como algo dos sonhos, o ansioso se deprime pois acredita que nunca concretizará tantos sonhos.

9. Repete os mesmos erros:
Para o ansioso, algum pequeno deslize torna-se algo gigante e ele não consegue parar de pensar no assunto. Palavras mal ditas, nota baixa, um trabalho mal feito na faculdade, são motivos para arruinar vários dias do ansioso.

Ele se esforça para fazer o certo, mas com tantos pensamentos negativos, problemas esperando solução, o ansioso coloca tudo a perder. Ele mal solucionou algo pequeno como escolher o que almoçará e já está pensando e se remoendo para saber o que jantará. A vida cotidiana é encarada como uma sucessão de problemas, assim não consegue resolver nada de fato.

10. Tem dias em que mal consegue levantar da cama:
A exaustão de manter o pensamento acelerado é tamanha, que o ansioso gasta toda sua energia tentando reunir forças para dar o próximo passo. Quando se sente fraco, mal consegue levantar da cama, o cansaço vence e ele passa o dia deitado e chorando sem entender bem o motivo.

Parece que ninguém da folga para o ansioso, ele precisa resolver todos os problemas e suas costas pesam, pois carrega todos os conflitos ao seu redor. É muito comum o ansioso ter enxaqueca e dores na região lombar.

*Agora que você conhece os 10 problemas mais comuns enfrentados por um ansioso, é hora de parar de julgá-lo e sim compreender e tentar auxiliar. Com respeito e muito carinho é possível oferecer um abraço nesses momentos de pico da ansiedade e orientá-lo a buscar ajuda com profissionais qualificados para que torne a sua vida mais leve.

Imagem: Joshua Rawson-Harris

Compartilhar

RECOMENDAMOS


Natthalia Paccola
Desde que começou os estudos em Psicanálise e Psicoterapia, a jornalista, bacharel em Direito e mestre em Ciências Naturais pela Unicamp,  Natthalia Paccola levanta uma premissa sobre a sua vida profissional: nunca aceitaria rótulos ou doutrinas acadêmicas. Mas é claro que sofre influências de vários pensadores.Sua grande fonte de inspiração como autoridade em levar Luz para o Bem através de mídias sociais, no entanto,  tem sido os seus próprios seguidores, cerca de 10 milhões que passam semanalmente pela sua Fanpage, Grupos, YouTube, Site, Instragram ou Twitter.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here