Me desculpe por eu ser tão complicada, é que fica tão difícil conseguir que eu realize os planos que faço. Sinto muito sobre todas as vezes em que fui embora mais cedo das festas. Me desculpe por quão quieto eu sou em conversas.

Me desculpe por quanto tempo pode levar para que eu responda o whatsapp. Sinto muito sobre a rapidez com que minha energia se esgota, mesmo quando estou perto de pessoas que significam demais para mim, pessoas especial como você, pessoas que eu adoro ver.

Sinto muito por todas as vezes que te decepcionei quando você estava esperando me ver. Sinto muito por todas as vezes que cancelei os planos no último segundo com uma desculpa sobre trabalhar ou me recuperar da gripe ou esquecer que tinha marcado saídas com minha família. Sinto muito por todas as pequenas mentiras que contei para não sair de casa.

Espero que você perceba que minha ansiedade é a razão pela qual eu coloquei tanta distância entre nós. Espero que você perceba que minha esquisitice não tem nada a ver com você e que tem tudo a ver com minha ansiedade. Eu amo a sua companhia. Eu amo estar perto de você. Mas às vezes, minha ansiedade torna impossível expressar essas emoções para você.

Me desculpe, meu medo de rejeição me faz parecer fria, sem coração. Se você não recebe uma mensagem minha, não é porque parei de pensar em você. É porque estou preocupada que você não vai me responder. Se você não foi convidado para ir na minha casa há algum tempo, não é porque eu não quero nada com você. É porque estou preocupada que você tenha uma desculpa para me evitar.

Sinto muito se você já se sentiu como se não fosse importante para mim, como se eu não me importasse com a nossa amizade – porque, na realidade, eu me importo muito muito. Às vezes, tenho dificuldade em responder mensagens porque me preocupo em dizer a coisa certa. Às vezes, tenho dificuldade em reunir coragem para entrar em uma conversa porque me preocupo se sou engraçado ou estúpido, divertido ou entediado.

Sinto muito, minha ansiedade colocou essa distância entre nós. Eu nunca quero que você pense que eu me esqueci de você. Eu nunca quero que você sinta que eu não me importo. Eu te amo e quero te ver – mas às vezes, minha ansiedade torna difícil para eu fale essas palavras em voz alta.

Sinto muito pelas vezes em que mantive meus problemas para mim mesmo, em vez de pedir conselhos.

Sinto muito pelas vezes em que desapareci por semanas, em vez de enviar uma mensagem contando como estava.

Me desculpe por todas as vezes que eu era uma péssima amiga porque você merece algo muito melhor que isso. Você merece alguém confiável, honesto e que te lembre o quanto você significa para ele. Estou me cuidado para sarar da minha ansiedade e parar de me afastar de pessoas como você, pessoas que merecem mais do que eu, hoje, consigo dar.

Fonte: thoughtcatalog
Autora: Holly Riordan

(Imagem: Olaia Irigoien)

*Texto traduzido e adaptado com exclusividade para o site Fãs da Psicanálise. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here