A maioria das pessoas está bastante familiarizada com a redação dissertativa-argumentativa, sendo o tipo mais comum de ser pedido quando a tarefa é escrever redação, porém o exemplo de redação narrativa pronta prova que outros tipos também existem e é importante conhecê-los ao iniciar os estudos na área de escrita.

Um dos outros tipos de redação que se fazem presentes com frequência é a redação narrativa, uma categoria de texto que aparece dentro e fora do ambiente acadêmico, sendo usada até mesmo em processos seletivos de emprego. Aqui vamos explicar as diferenças entre redação dissertativa e narrativa e como a redação narrativa é utilizada.

Diferença entre redação dissertativa e narrativa

Para começar a falar sobre a produção de redação narrativa, primeiro é importante definir como esse tipo de escrita se diferencia da redação dissertativa, afinal nem todo mundo sabe o que cada categoria de redação inclui e é possível que você pense que todo tipo é igual, o que não é o caso.

A produção textual que temos contato ao longo da vida acadêmica é bastante variada, incluindo trabalhos como artigos científicos que são populares no ensino superior e a bastante conhecida redação dissertativa-argumentativa que é uma parte essencial de vestibulares e concursos.

A redação dissertativa é um modelo em que o autor deve ter uma posição de apresentar argumentos com os quais o autor busca demonstrar pontos positivos e negativos sobre um tema e assim guiar o leitor para uma conclusão baseada nas ideias que foram discutidas ao longo do texto.

Esse tipo de texto tem uma postura mais formal e impessoal e sem grande dificuldade os estudantes podem encontrar modelos para a produção de redação nota 1000 para o ENEM, devido a sua natureza padronizada.

Diferente da redação dissertativa, a redação narrativa tem por objetivo apresentar uma história narrativa e não apenas explorar argumentos em relação a um tema apresentado. Na dissertação narrativa é possível para o autor fazer uma narrativa pessoal ou também pode ser utilizada para a narração de uma história de ficção criativa.

Como redação narrativa é utilizada

Fonte: unsplash.com

O modelo de redação narrativa é utilizado em cenários bastante diversos, tendo aplicações mais variadas do que outros modelos de produção textual. A redação narrativa é um tipo de escrita criativa que pode ser utilizada em ambiente acadêmico, como lazer e até mesmo na carreira profissional.

Um dos usos populares desse tipo de texto é com as redações narrativas em primeira pessoa que são muito utilizadas em casos onde o narrador é também o protagonista da história sendo contada. É uma forma interessante de forçar o leitor a ter uma experiência da narrativa em que ele tem a mesma perspectiva do protagonista, o que pode incentivar que o leitor tenha empatia pelo personagem.

Ainda mais comum do que a narrativa em primeira pessoa são as redações narrativas em terceira pessoa. Nesse tipo de produção textual o narrador está removido do cenário que está descrevendo, podendo seguir a perspectiva de algum dos personagens da história ou ser uma narração totalmente independente dos personagens e eventos que estão sendo descritos.

A narração em terceira pessoa não se resume a apenas um tipo, como foi explicado anteriormente pode ser da perspectiva de um personagem ou ter um narrador independente. Esses narradores podem ser classificados em dois tipos:

Narrador observador: esse tipo de narrador é um personagem na história que existe de forma semelhante ao narrador de histórias em primeira pessoa, é ele o personagem que descreve todos os acontecimentos da história a partir da sua perspectiva, porém nesse caso a descrição é feita em terceira pessoa. Nesse tipo de narrativa o autor deve tomar cuidado para não escrever sobre pontos da história que o seu protagonista não teria como saber.

Narrador independente: esse tipo de narrador é totalmente removido da história, não sendo limitado a perspectiva de nenhum personagem e sabendo tudo o que acontece com todos os personagens em qualquer momento. Esse tipo de narrativa permite que o autor escreva sobre qualquer aspecto da história sem se preocupar com a viabilidade dos personagens terem acesso a alguma informação ou não.

Os tipos discutidos anteriormente são os mais utilizados para a produção de redação narrativa descritiva, porém não são os únicos. É possível escrever redação narrativa em segunda pessoa, nesse tipo o autor descreve os acontecimentos da sua perspectiva em relação ao leitor. Diferente da redação em primeira pessoa, nesse caso o autor descreve o que está acontecendo em uma estrutura semelhante a uma conversa com o protagonista.

Para deixar mais claro como cada tipo de

Conhecer as possibilidades de produção de texto e praticar formas diferentes de expressar suas ideias permite que o estudante desenvolva suas habilidades de escrita em outras categorias de trabalhos acadêmicos. Considerando o tempo limitado disponível em vestibulares e concursos para a escrita da redação, a capacidade de desenvolver textos rapidamente pode fazer a diferença nos resultados.

RECOMENDAMOS




A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui