Cada vez mais, escolas no Brasil e no mundo estão levando o acolhimento e o respeito à diversidade para o dia a dia dos alunos. Esse é o caso da Escola Estadual Professor Alvino Bittencourt, localizada na Chácara Califórnia, na cidade de São Paulo.

Há três anos, a instituição não organiza mais festas comemorativas do Dia das Mães ou Dia dos Pais. Em vez da celebração tradicional, a escola criou em seu calendário dois dias anuais especial para homenagear “Quem cuida de mim”.

A ideia com o novo tema é acolher as diferentes constituições familiares.

“Percebíamos que com a chegada das tradicionais celebrações familiares aqueles alunos que não têm mais mãe ou pai ou que não podem conviver com eles ficavam muito tristes por não ter nenhum dos dois ali na plateia”

“Então, trocamos para o ‘Dia de Quem Cuida de Mim’ e todos se sentem integrados, as crianças estão mais confiantes”, conta a vice-diretora Simone Lopes Guidorizzi.

A escola tem cerca de 400 alunos, com idade entre seis a 10 anos. Este ano, a segunda comemoração aconteceu na sexta-feira que antecedeu o Dia dos Pais, 11 de agosto.

O “Dia de Quem Cuida” é uma festa aberta a todos, pais e mães, avós, avôs, irmãs, irmãos, tios, tias ou quem a criança desejar convidar.

(Fonte: lunetas.com.br)

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here