Não mexa com uma mãe que fica em casa. Nunca.

“E você, o que você faz?”, “Eu, bem, eu sou uma mãe em tempo integral.” Cara de confusão. “Oh, então você não trabalha.” Certamente você já ouviu uma conversa como essa ou aconteceu com você… ou talvez tenha se atrevido a ser a pessoa que pergunta isso a uma mãe.

Vou omitir comentários e direi apenas: é hora das mães que ficam em casa serem reconhecidas como deveriam. Um estudo descobriu que seu trabalho é muito mais difícil do que trabalhar em tempo integral em um escritório.

Baseado no bom senso, é claro que é mais difícil. É um trabalho que não tem um cronograma estabelecido. Não há dias livres. Não há pausas. Não há licenças ou seguro de saúde que o deixem doente.

Mas claro, ainda era necessário fazer uma investigação e uau! Eles deduziram que sim, é mais difícil ser mãe (ou pai) em tempo integral do que ir trabalhar.

Um estudo realizado pela marca de cuidados da pele AVEENO, que envolveu 1.500 pais e mães do Reino Unido, determinou que 55% sentem que ficar em casa com o bebê é mais difícil do que ir a um trabalho externo. Eles afirmaram que ter um bebê é um trabalho mais difícil do que ter um consultório.

Outros resultados determinados pelo estudo foram que 20% admitiram que a maternidade e a paternidade são tarefas muito complexas, enquanto 48% revelaram que a parentalidade tem sido um caminho perfeito.

Ficar em casa e desistir de sua vida profissional é uma prática muito mais comum entre as mães do que os pais.

Normalmente, as mães que decidem ficar em casa para criar seus filhos e ser 100% responsável por eles durante todo o dia, são consideradas “realizadas” financeiramente por seus parceiros, deixando um grande vazio profissional em seus currículos, muitas vezes são vistas como “preguiçosas” e são punidas mais tarde quando querem retornar ao local de trabalho porque seus filhos cresceram.

É hora do imenso esforço e dedicação das mulheres que decidem adiar o desenvolvimento de sua carreira para influenciar positivamente o crescimento de seus filhos, dando-lhes segurança, amor e contenção em tempo integral.

Deve ser, de longe, o emprego mais bem pago do mundo. Mas mesmo que não tenha recompensa financeira, é certamente o trabalho mais reconfortante com a maior recompensa emocional de todas.

(Autora: Ronit Rosenberg)
(Fonte Original: upsocl.com)
*Texto traduzido e adaptado pela equipe Fãs da Psicanálise.

Compartilhar

RECOMENDAMOS



Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here