Um estudo elaborado pela Universidade de Singapura analisou qual será a data final da pandemia de coronavírus em cada país do mundo, incluindo o Brasil.

Data final da pandemia de coronavírus no mundo: previsão

A evolução da pandemia de COVID-19 não é completamente aleatória, segundo os pesquisadores da Universidade de Singapura.

Assim como outras pandemias, a de coronavírus deve ter um padrão de surto seguido por uma fase de aceleração dos casos da doença, ponto de inflexão, desaceleração e uma eventual parada e fim.

Desse modo, a previsão do estudo da Universidade de Singapura é de que 97% da crise do coronavírus deve acabar, no mundo, no final de maio (dia 30) e que 100% da pandemia seja superada em 2 de dezembro.

É claro que, para que a atual pandemia de coronavírus cumpra o ciclo padrão, tudo depende de medidas de segurança, como etiqueta respiratória, cautela com a higienização individual, cumprimento adequado da quarentena, entre outros cuidados.

Também é importante entender que cada localidade tem o seu próprio ciclo pandêmico e é normal que os países vivenciem fases da pandemia de forma não sincronizada.

Segundo o estudo, há muitas maneiras de se interpretar o fim da pandemia. Uma forma é identificar qual foi o dia em que notou-se o último caso da doença pandêmica e, a partir da data estimada para que a pandemia acabasse, fazer uma aproximação entre eles.

Para estabelecer quando será o fim da pandemia do coronavírus, os cientistas de Singapura utilizaram algumas ferramentas e parâmetros.

Segundo os cientistas, pandemias de um modo geral, como a coronavírus, comportam-se em um gráfico como uma curva em “S” – em que o acúmulo de casos ao longo do tempo aparece como uma curva e seu pico está bem na extremidade da curva – e este foi um dos parâmetro usados.

Para calcular quando a pandemia vai acabar no mundo, os pesquisadores de Singapura, além de entenderem o comportamento gráfico da COVID-19, também utilizaram o modelo matemático SIR (sigla em inglês para o modelo epidemiológico suscetível-infectado-recuperado, que analisa esses três perfis de pacientes e descreve o quanto o vírus está se espalhando na população).

Outra ferramenta utilizada no estudo foi a base de dados Milan Batista, que alimenta com informações sobre casos de COVID-19 do mundo o projeto “Our World in Data”.

As previsões do estudo são atualizada de tempos em tempos, conforme a pandemia do coronavírus avança e novos casos são reportados. A última atualização foi feita em 29 de abril de 2020.

Quando o coronavírus deve acabar no Brasil, segundo o estudo

Para o Brasil, a estimativa é de que a crise do coronavírus comece a ir embora no começo de junho de 2020.

Segundo o estudo, é esperado que durante o mês de junho o país tenha conseguido enfrentar entre 97% e 99% da crise.

A solução da crise do coronavírus, porém, só deve vir em setembro, quando o estudo aponta que 100% da pandemia terá sido eliminada pelo Brasil.

Previsão para o fim da pandemia em outros países

Os pesquisadores ainda reforçam que, dependendo do país, a previsão para o fim da pandemia pode ser mais ou menos certeira.

Isso porque, como dito, a pandemia não avança de forma uniforme pelo mundo: há países que já enfrentaram fases mais críticas, enquanto outros estão ainda no começo dos casos de COVID-19.

(Fonte: msn.com)

Você sabia que o Fãs da Psicanálise também está no Instagram e no Facebook? Que tal fazer uma visitinha para nós por lá?

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Fãs da Psicanálise
A busca da homeostase através da psicanálise e suas respostas através do amor ao próximo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Ok, só um aviso aos navegantes o site de singapura tirou as estimativas da visão pública.

    Isso porque não era u m modelo preditivo, como colocaram todos os jornalistas que demoraram 10 minutos pesquisando – olhando o site real, você vê que ele era realimentado todos os dias, ou seja, todos os dias a “previsão” mudava. Se em 2 de maio a previsão era em junho julho, em 15 maio a previsão era lá por novembro (eu tinha um printscreen justamente porque queria ver isso).

    Da última vez que eu atualizei o site já falava em Novembro para o Brasil – a verdade é que não se pode prever o pico de uma epidemia enquanto os números não começarem a cair!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here