Não importa se sou forte ou frágil, se tenho muita força ou se ainda me sinto frágil. O fundamental é que mesmo que você não saiba do que gosto, ou quem eu seja, que veja em mim desarmonia ou harmonia; que me respeite, respeite a forma única da minha existência, da minha manifestação no mundo.

Cada mulher é uma expressão, uma forma, uma concepção.

Em uma realidade cultural que tem predominância machista ainda existem muitas exigências, muitas cobranças, críticas sobre uma mulher. Exigências de padrões estereotipados e absurdos exigidos sobre a vida, sobre o corpo, sobre as escolhas das mulheres. É necessário Romper todos os dias com este quadro vicioso que vem de geração em geração trazendo consequências de inúmeras patologias e inúmeras violências para as mulheres, de inúmeras dores.

Neste mês que se comemora o dia internacional da mulher, é importante lembrarmos do respeito incondicional às escolhas de todas as mulheres.

Ainda não entendemos que este não deve ser apenas um mês de festas, mas de lembrarmos o quanto é necessário entendermos o contexto em que vivemos. Entendermos e respeitarmos o contexto que cada mulher vive. Ultrapassarmos barreiras de uma sociedade que silencia diante de tantas atrocidades e refletir sobre a importância de não tolerarmos mais nenhuma violência ou desrespeito contra nenhuma mulher. Assim também, nós mulheres nos unirmos e colaborarmos uma com a outra.

Lembrarmos que não existe um padrão, nem uma condição para ser mulher porque cada mulher é do jeito que ela quiser, é única.

Lembrarmos que escolhas sejam elas quais forem, são de cada pessoa, de cada mulher, cabe a cada uma escolher e decidir e não outras pessoas escolherem ou decidirem pela mulher.

É importante lembrarmos que um elo de apoio, incentivo, cooperação, compreensão, entre as próprias mulheres contribuem muito para que em momentos difíceis exista a possibilidade de superação e de refazimento diante de um conflito grande que esteja violando a sua condição de mulher.

Imagem: Daniel Sampaio Donate

Você sabia que o Fãs da Psicanálise também está no Instagram e no Facebook? Que tal fazer uma visitinha para nós por lá?

Compartilhar

RECOMENDAMOS




Patricia Tavares
Sou Psicóloga pós graduada, Reikiana Nível 3.Trabalho há 21 anos em consultório com psicoterapia, hipnose clínica. Já trabalhei em hospital, núcleo de violência da mulher. Acredito na vida, no amor, nos bons sentimentos, no perdão, na beleza da alma, na superação, no ressignificar, na humanidade. Adoro escrever e falar sobre sentimentos, superações, motivar pessoas, conseguir promover o melhor, despertar o que possa ser maravilhoso em cada um de nós e libertar pessoas de suas prisões emocionais, com uma nova e especial forma de viver, independente dos acontecimentos da vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here